Site Oficial / Chapecoense
Site Oficial / Chapecoense

Chapecoense faz parceria com associação que ajuda famílias de vítimas de acidente

Equipe pagará quantia mensal para ajudar em projetos sociais direcionados aos parentes dos falecidos

Estadão Conteúdo

31 Outubro 2017 | 12h50

A Chapecoense anunciou oficialmente nesta terça-feira, por meio do seu site, que firmou uma parceria com uma associação criada para auxiliar familiares de vítimas do trágico acidente aéreo que matou quase todos os jogadores do time catarinense, além do técnico Caio Junior e dezenas de dirigentes e profissionais de imprensa em novembro do ano passado, na Colômbia, onde o avião que transportava o time caiu próximo ao aeroporto de Medellín. A equipe viajava para disputar o jogo de ida da final da Copa Sul-Americana.

+ MPF isenta Chapecoense e brasileiros em investigação de acidente aéreo

+ Justiça suspende divulgação de filme sobre a Chapecoense

A parceria foi fechada com a Associação Brasileira da Vítimas do Acidente com a Chapecoense (Abravic) e está enquadrada na campanha denominada "13º Jogador", que tem o objetivo de ajudar familiares das vítimas da tragédia.

Por meio da nota oficial, a Chapecoense confirmou que o acordo assinado entre as partes prevê que o clube pagará mensalmente R$ 28,8 mil à associação. O valor será usado para "execução e promoção de programas de assistência social aos familiares das vítimas (com ênfase para serviços de saúde), sempre zelando pela boa qualidade e transparência das ações e também dos serviços prestados", prometeu o clube de Santa Catarina.

A parceria assinada estipulou que essa ajuda ocorrerá até pelo menos outubro do ano que vem, mas o acordo poderá ser prorrogado caso obtenha o sucesso desejado.

+ Vida do goleiro Danilo, da Chapecoense, vai virar documentário

+ Menos de 1 ano após acidente, Follman se casa em Chapecó; fotos e vídeos

"Hoje foi um dia de grande satisfação para a ABRAVIC, pois, após um longo período de aproximação, negociação franca e transparente, além da conquista de confiança, de parte a parte, a Chapecoense abraçou nossa causa e aderiu ao Projeto 13° Jogador, contribuíndo mensalmente com um valor importante para a manutenção e expansão dos nossos projetos sociais, possibilitando a prestação de assistência social de forma mais efetiva e consistente às famílias das vítimas que mais necessitam de ajuda", afirmou Gabriel de Andrade, presidente da Abravic, após o fechamento do acordo firmado na última segunda-feira.

Plinio David de Nes Filho, presidente da Chapecoense, acredita que a parceria também servirá para estreitar a relação dos familiares das vítimas com o clube. "Essa parceria é muito importante, principalmente pelo seu caráter social e também por sua amplitude. A Abravic já vinha nos atualizando de seus projetos, antes mesmo de sua constituição, e agora conseguimos concretizar esse importante passo. A constituição das associações também nos ajuda para que todas as ações possam ser coordenadas de uma melhor maneira e para que todo o repasse (de receitas) seja realizado de forma mais clara e fácil", ressaltou o dirigente.

Ainda na luta para se reerguer após o trágico acidente do ano passado, a Chapecoense enfrenta o Sport neste domingo, às 19 horas, em Chapecó, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe hoje ocupa a 12ª posição da tabela, com 39 pontos, e almeja uma vitória para se aproximar um pouco mais dos times que hoje estão na zona de classificação para a Copa Libertadores.

Mais conteúdo sobre:
futebol Chapecoense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.