Gilvan de Souza/Divulgação
Gilvan de Souza/Divulgação

Cheio de desfalques, Flamengo pega o Bangu e sonha com a ponta

Querendo liderança, Rubro-negro joga sem 5 titulares no Maracanã

RONALD LINCOLN JR., O Estado de S. Paulo

25 Março 2015 | 07h53

Cheio de desfalques, o Flamengo enfrenta o Bangu nesta quarta-feira, às 22 horas, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 12.ª rodada, de olho na liderança do Campeonato Carioca. O técnico Vanderlei Luxemburgo não vai poder contar cinco titulares e, por isso, resolveu deixar para a última a hora a escolha da formação que vai a campo.

Em relação ao time que iniciou o jogo contra o Vasco na última rodada, o Flamengo não vai contar com Anderson Pico, Wallace e Canteros, suspensos, Jonas, machucado, e Bressan, à serviço da seleção brasileira olímpica. Cáceres, convocado para defender o Paraguai, e Paulinho, suspenso, desfalcam o banco de reservas. As ausências, inclusive, obrigaram o treinador a relacionar quatro juniores.

Na lateral esquerda, Thalyson e Jorge, um dos meninos da base, disputam a vaga de Anderson Pico. Únicos zagueiros disponíveis, Marcelo e Frauches devem entrar nos lugares de Wallace e Bressan. Luiz Antônio e Everton devem assumir os postos no meio de campo. "Estou quebrando a cabeça, conversando com os atletas para definir", revelou.

O Flamengo espera contar com um tropeço do líder Botafogo, que está a dois pontos acima, para chegar à ponta da tabela de classificação. Porém, Vanderlei Luxemburgo alertou contra a acomodação. "Quando você vem de vitória em clássico, dá uma relaxada, aí vai jogar com equipe de menor envergadura e é surpreendido. Queremos a liderança e precisamos ganhar os jogos".

Surpreender é a aposta de Almir, capitão do Bangu, para vencer o Flamengo. Pelo Botafogo, no início da carreira, o jogador enfrentou o Flamengo por diversas vezes. O time da zona oeste do Rio ocupa a oitava posição, com 16 pontos. "Sei da força deles, inclusive jogando em casa, com o apoio da torcida. Vamos ter que ser muito aplicados para sair com um bom resultado, pois eles têm um time entrosado, bem treinado e com jogadores muito perigosos. Mas estamos confiantes de que podemos surpreender", afirmou o meia.

Mais conteúdo sobre:
futebol Campeonato Carioca Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.