John Sibley/Reuters
John Sibley/Reuters

Chelsea triunfa, afunda o Everton e vai às quartas na Copa da Liga Inglesa

Equipe de Liverpool continua em crise com derrota por 2 a 1 para o poderoso rival, fora de casa

Estadão Conteúdo

25 Outubro 2017 | 18h58

O Chelsea suou bastante, mas garantiu vaga nas quartas de final da Copa da Liga Inglesa nesta quarta-feira. Em casa, a equipe londrina contou com grande atuação do goleiro argentino Willy Caballero e gol do brasileiro Willian para derrotar o Everton por 2 a 1 mesmo com uma escalação repleta de reservas, resultado que afundou o rival de vez na crise.

+ City e Arsenal sofrem, mas avançam às quartas da Copa da Liga Inglesa

+ Com gols de Lingard, Manchester United vai às quartas da Copa da Liga Inglesa

Caballero segurou a vantagem do Chelsea no segundo tempo com grandes defesas e garantiu mais um tropeço para o Everton. Esta foi a sexta partida seguida sem vitória da equipe de Liverpool, que está na zona de rebaixamento do Campeonato Inglês e demitiu o técnico Ronald Koeman na última segunda-feira. Nesta quarta, foi comandada pelo interino David Unsworth.

Em um primeiro tempo bastante truncado, o Chelsea aproveitou uma rara oportunidade pelo alto para abrir o placar. Aos 25 minutos, Willian bateu escanteio curto para Musonda Jr., que cruzou da esquerda. Rüdiger tocou bonito de cabeça, cruzado, encobrindo o goleiro.

Os donos da casa seguiram melhores, apesar de pouco assustarem. Apostando nos contra-ataques, quase conseguiram ampliar ainda na primeira etapa desta forma. Aos 42 minutos, após boa troca de passes, Zappacosta recebeu de Willian na direita e encheu o pé, na rede pelo lado de fora.

Na volta do intervalo, porém, o cenário mudou completamente. O Everton saiu para o ataque e acumulou chances desperdiçadas. Aos 10, Kenny cruzou, Mirallas ajeitou de cabeça e Rooney bateu quase da linha da pequena área, mas Caballero bloqueou. Um minuto depois, o goleiro recebeu na fogueira e entregou para Aaron Lennon, mas se recuperou e saiu nos pés do adversário.

A pressão era intensa, e Lennon perdeu outra boa oportunidade aos 14, jogando para fora o bom cruzamento de Mirallas. Mas o segundo tempo era mesmo de Caballero. Aos 21, o goleiro impediu o empate após escanteio da esquerda. E aos 23, voltou a interferir ao espalmar chute firme de Mirallas de dentro da área.

O Chelsea lutava por uma bola para matar o jogo, e ela quase veio aos 32, quando Rooney errou recuo para Pickford, Batshuayi ganhou do goleiro e marcaria se não fosse a ação de Jagielka, que afastou de carrinho. A resposta do Everton aconteceu três minutos depois. Lookman fez boa jogada pela direita e bateu de fora da área, no travessão.

Nos acréscimos, veio o castigo final para o Everton. Willian tabelou com Fábregas em escanteio curto, driblou o zagueiro e voltou a tabelar com o espanhol. Mesmo sem ângulo, bateu cruzado de dentro da área para marcar um belo gol. Ainda houve tempo para Calvert-Lewis descontar após bate-rebate na área, mas já era tarde para a reação.

TOTTENHAM LEVA VIRADA

Na outra partida do dia pela Copa da Liga Inglesa, o Tottenham foi surpreendido pelo West Ham, em casa, de virada. A equipe chegou a abrir 2 a 0 de vantagem, mas não conseguiu sustentá-la e viu o adversário selar o triunfo por 3 a 2 para avançar às quartas de final.

Sissoko, logo com cinco minutos, e Dele Alli, aos 36, colocaram o Tottenham em situação confortável. Mas na etapa final, o West Ham foi para cima e acabou premiado pela ousadia. Andre Ayew marcou duas vezes e foi o herói da virada, assim como o argentino Lanzini, ex-Fluminense, que deu duas assistências. Ogbonna, porém, foi o responsável pelo gol que selou o triunfo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.