1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

'Cicatriz vai ficar para sempre', diz Fred após vexame brasileiro

AE - Agência Estado

08 Julho 2014 | 20h 44

O jogador ainda declarou que não se abalou com as vaias, e acredita que elas vieram de torcedores atleticanos

"É uma cicatriz que vai ficar marcada durante toda nossa vida." A análise é Fred, um dos 14 brasileiros que participaram em campo, nesta terça-feira, do maior vexame protagonizado pela seleção brasileira de futebol, quando a equipe levou 7 a 1 da Alemanha, em pleno Mineirão, pela semifinal da Copa.

"Decepção total. Com certeza é a pior derrota da carreira de todos os jogadores, fizemos o pior jogo da nossa vida e a Alemanha fez o melhor da vida deles. É um momento de muita tristeza", comentou o centroavante, abatido, na zona mista do estádio.

Com apenas um gol em seis partida do Mundial, Fred foi muito contestado pela torcida durante toda a campanha na Copa não só por só ter marcado um gol no Mundial, mas principalmente pela pouca participação nos jogos. Nesta terça, ele foi vaiado no Mineirão, quando o placar já estava 5 a 0, mas disse que não sofre com isso.

Damir Sagolj/REUTERS
O jogador foi criticado pela pouca atuação na Copa de 2014

"Nem me influencia muito. O que me machuca foi o resultado que aconteceu, da forma que aconteceu. Tem atleticano, tem torcedor que acaba pegando um ou dois jogadores para vaiar. Faz parte do futebol e a gente já está acostumado. Mas foi o resultado que deixou a gente muito abalado", garantiu o atacante, que jogou pelo Cruzeiro e acredita que por isso foi vaiado em Belo Horizonte.

Copa 2014