Cinco razões para acompanhar o clássico Palmeiras e São Paulo

Disputa será num estádio novo e com bons jogadores dos dois lados

O Estado de S. Paulo

24 Março 2015 | 14h30

O clássico entre Palmeiras e São Paulo desta quarta-feira no Allianz Parque é muito maior que o Paulistão/2015, em que as duas equipes estão praticamente classificadas para as fases seguintes do torneio estadual. A rivalidade desses clubes só tem aumentando graças às manobras de seus dirigentes nos bastidores. O caso mais recente diz respeito à transferência de Wesley do Palmeiras para o São Paulo. Há outros episódios ríspidos e provocativos dos dois lados. Dentro de campo, os jogadores tentam manter o profissionalismo, mas sempre ocorrem jogadas mais duras, o que sempre faz do duelo um confronto tenso. Confira cinco razões para motivar o torcedor nesta quarta.

1. Rivalidade

Palmeiras e São Paulo podem até perder que pouca coisa vai mudar na classificação do Paulistão. Mas ninguém aceita deixar o estádio com o sabor amargo da derrota na boca. A rivalidade de Palmeiras e São Paulo se mantém há anos, sobretudo pelas manobras de bastidores de seus dirigentes. A provocação é mútua e sempre respinga nos jogadores.

2. Técnicos experientes

Tanto Muricy Ramalho quanto Oswaldo de Oliveira são treinadores de ponta no futebol brasileiro, já consagrados. O são-paulino avesso ao trabalho de Muricy pode até questionar o momento do treinador, mas é inegável que ele sabe muito de bola e de futebol. Da mesma forma, Oswaldinho tem muita experiência para montar o Palmeiras de modo a neutralizar as jogadas do adversário. São dois pesos-pesados no banco de reservas.

3. Bom jogadores em campo

O São Paulo tem mais craques que o Palmeiras, sobretudo porque Valdivia está fora. Ganso, Pato, Alan Kardec e Luis Fabiano esbanjam poder de fogo no ataque tricolor. O Palmeiras ainda é um time em formação, com peças de menor calibre. Zé Roberto é um deles. Fernando Prass também. Só esses atletas já fazem do clássico um jogo a ser visto.

4. Honra

As duas equipes ainda não venceram neste ano diante dos rivais paulistas. O Palmeiras perdeu em casa para o Corinthians e na Vila Belmiro diante do Santos. O São Paulo não ganhou do Corinthians (pelo Paulistão e Libertadores) e empatou com o Santos na Baixada. Isso faz uma questão de honra diante do torcedor derrubar um grande. E quanto antes melhor.

5. Arena Palmeiras

O local da partida ajuda a fazer do clássico uma disputa ainda mais interessante. O estádio do Palmeiras é novo e com boa infraestrutura para o torcedor dos dois lados. É bem verdade que os ingressos ainda estão salgados para o torcedor comum, mas a Arena pode compensar o investimento, com facilidades e agilidade para entrar e sair e proximidade com linhas de ônibus e metrô. De todos os lugares, é possível ter boa visão, até atrás dos gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.