1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

City goleia e embola a ponta; Chelsea empata belo jogo com o Everton

- Atualizado: 16 Janeiro 2016 | 15h 33

Time de Manchester faz 4 a 0 no Crystal Palace e acirra a briga 

O Manchester City embolou ainda mais o Campeonato Inglês e assumiu a liderança provisória da competição neste sábado. Em casa, a equipe derrotou com facilidade o Crystal Palace, por 4 a 0, e se igualou a Arsenal e Leicester na ponta da competição. Agüero marcou duas vezes, deu mais uma assistência e foi o destaque do triunfo.

O resultado levou o City aos mesmos 43 pontos de Arsenal e Leicester, mas com vantagem nos critérios de desempate. Os rivais do time de Manchester, no entanto, ainda atuam na rodada e podem voltar a abrir distância. Já o Crystal Palace completou seu quinto jogo consecutivo sem marcar gols e parou nos 31 pontos, na oitava posição.

O Manchester City sofreu com a marcação do Crystal Palace no início de jogo, mas precisou apenas abrir o placar para que os espaços fossem criados naturalmente. E isso aconteceu aos 21 minutos, quando Delph resolveu arriscar de longe. A bola resvalou em um zagueiro no meio do caminho e enganou o goleiro Hennessey.

Aguero anotou dois e deu uma assistência para outro na surra do City sobre o Crystal Palace 

Aguero anotou dois e deu uma assistência para outro na surra do City sobre o Crystal Palace 

O Crystal Palace, então, foi para cima e perdeu dois bons momentos. O primeiro, quando McArthur bloqueou saída de bola de Hart e bateu por cima. Depois, Cabaye cobrou falta com estilo e exigiu grande defesa do goleiro inglês. Mas o City seguia perigoso e voltou a assustar com Agüero, que recebeu de David Silva e, mesmo caído, finalizou rente à trave.

Era a prova de que o argentino havia acordado na partida, e não demoraria para ele deixar sua marca. Aos 40 minutos, Agüero foi acionado por Iheanacho na intermediária, ajeitou e finalizou. A bola ainda desviou na cabeça de Dann e tirou totalmente Hennessey da jogada.

No segundo tempo, o City passou a administrar o resultado, mas em um contra-ataque teve espaço para marcar o terceiro, aos 22 minutos. Após linda troca de passes na entrada da área, De Bruyne recebeu pela direita e rolou no meio para Agüero, sem goleiro, finalizar. Ainda houve tempo para David Silva, após ótimo contragolpe puxado justamente por Agüero, selar o placar aos 38.

CHELSEA EMPATA

Em Londres, Chelsea e Everton ficaram no empate por 3 a 3 em um confronto emocionante. Os visitantes abriram 2 a 0, sofreram a igualdade e voltaram a liderar nos acréscimos. Mas aí John Terry, que havia marcado contra o primeiro gol do Everton, selou o empate por 3 a 3 aos 53 minutos do segundo tempo.

O resultado deixou os londrinos na 14.ª colocação, com 25 pontos, ainda perigosamente próximos à zona de rebaixamento. Já o Everton sofreu um balde de água fria, mas segue no meio da tabela, com 29 pontos, em 11.º.

O confronto foi bastante morno no primeiro tempo, com as duas equipes preocupadas em não se expor demais. A única grande oportunidade aconteceu aos 15 minutos, e foi do Chelsea. Após rápido contra-ataque pela direita, Willian foi lançado e finalizou na saída de Howard, que impediu o primeiro gol.

Mas na etapa final, os londrinos tiveram que atacar, deram espaço na defesa e acabaram castigados logo aos quatro minutos. Após contragolpe, a bola chegou nos pés de Baines pela esquerda e o lateral cruzou para a área. Terry chegou tentando afastar, mas se atrapalhou e bateu contra o gol.

O gol desestabilizou o Chelsea, que sofreu o segundo pouco tempo depois. Aos 10, o Everton mais uma vez aproveitou lance rápido pela esquerda para ampliar. Novamente, a bola caiu nos pés de Baines, que cruzou para Mirallas. O belga teve tempo para dominar e fuzilar Courtois.

Desta vez, no entanto, o Chelsea acordou, respondeu e Fabregas quase marcou um golaço de calcanhar, que Howard impediu. Mas aos 18, não teve jeito. Diego Costa recebeu lançamento primoroso de Fabregas, ganhou na velocidade do zagueiro e ainda tirou do goleiro norte-americano antes de tocar para o gol vazio.

A blitz dos donos da casa surtiu efeito mais uma vez dois minutos depois. Fabregas fez linda tabela com Diego Costa, recebeu na entrada da área e bateu. Um desvio no meio do caminho ainda matou Howard.

O jogo ficou morno e quando parecia que o empate estava selado, o Everton chegou ao terceiro. Nos acréscimos, Funes Mori aproveitou cruzamento da direita, a zaga adversária dormiu e ele tocou com estilo. Mas o Chelsea ainda não estava morto e foi buscar um improvável empate aos 53 minutos, em toque de letra de John Terry, que estava em posição irregular não marcada pela arbitragem.

OUTROS RESULTADOS

Nas outras partidas já encerradas deste sábado, destaque para Bournemouth e Southampton, que atuaram em casa e venceram, respectivamente, Norwich e West Bromwich, por 3 a 0. Quem também levou a melhor em seus domínios foi o Newcastle, que fez 2 a 1 sobre o West Ham.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX