Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Clayson promete drible e assistência em apresentação no Corinthians

Atacante diz que vai brigar por espaço no time de Fábio Carille

Nathalia Garcia, O Estado de S.Paulo

18 Maio 2017 | 17h51

Pouco depois de ser anunciado oficialmente, o atacante Clayson falou pela primeira vez como jogador do Corinthians, nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava. Revelação do Campeonato Paulista pela Ponte Preta, o jogador prometeu brigar por espaço no novo clube e enfatizou suas características como garçom, não como goleador.

"Vivi um momento de função tática na Ponte, com poucos gols. Não sou artilheiro, mas faço mais gols do que acabei fazendo (no Campeonato Paulista). Minha característica é drible, assistência, desafogo para o time, é isso que quero somar no Corinthians", afirmou. E completou: "Sou um jogador que joga do meio para frente em todas as posições. Rápido, agudo. Torcedor do Corinthians pode esperar vontade e determinação em campo. Isso não vai faltar".

Autor de dois gols na vitória da Ponte Preta sobre o Sport por 4 a 0 na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, Clayson destaca sua versatilidade e se colocou à disposição de Fábio Carille para atuar nas pontas ou no meio. "É um elenco muito qualificado. A gente sabe da qualidade do Corinthians, atual campeão paulista. Deixo para o Carille, onde quiser contar comigo, do meio para frente, posso atuar. Vou trabalhar duro, independentemente de quem seja concorrente, para conquistar meu espaço", afirmou o atacante, que deve brigar por posição com Romero. Nas pontas, o clube também conta com Clayton e Léo Jabá.

Recém-chegado, Clayson promete uma "disputa sadia" com o paraguaio. "Estamos do mesmo lado, tem de respeitar o Romero por tudo o que faz, mas vou brigar pelo meu espaço no dia a dia. Carille vai estar de olho e aquele que estiver melhor vai ser opção."

Apesar de estar bem fisicamente, o atacante acredita que não será possível estrear pelo Corinthians neste domingo, contra o Vitória, na Arena Fonte Nova. Como alguns detalhes burocráticos atrasaram a assinatura do contrato, Clayson deve ter de aguardar a terceira rodada do Brasileirão. Para jogar neste fim de semana, seu nome precisaria estar regularizado no BID (Boletim Informativo Diário) até esta sexta-feira.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.