1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Colômbia só pensa no Uruguai, diz atacante Martínez

REUTERS

26 Junho 2014 | 12h 20

A seleção colombiana tem uma dura partida contra o Uruguai pelas oitavas de final da Copa do Mundo e a motivação está em alta com o apoio de seus torcedores, o que poderia ser decisivo na campanha no Brasil, afirmou na quarta-feira o atacante Jackson Martínez.

A Colômbia, que voltou ao Mundial depois de 16 anos enfrenta no sábado o Uruguai nas oitavas de final em busca de uma façanha que a permita superar o feito na Copa de 1990, quando foi eliminada na mesma fase pela seleção de Camarões.

"A equipe tem uma motivação enorme e acredito que as pessoas têm sido parte importante do que tem acontecido. Temos sentido o apoio imenso, não só dos colombianos, mas também dos brasileiros", afirmou o jogador do Porto, de Portugal, que marcou na terça-feira duas vezes na vitória da Colômbia por 4 x 1 contra o Japão.

"Teremos que ir passo a passo, não podemos pensar nas quartas quando ainda temos uma partida importante contra o Uruguai nas oitavas que definirá tudo o que este grupo vem buscando", afirmou o atacante de 27 anos.

Nas eliminatórias sul-americanas, a Colômbia goleou o Uruguai por 4 x 0 em Barranquilha, mas perdeu por 2 x 0 como visitante em Montevidéu. 

A seleção colombiana avançou às oitavas de final como primeira do Grupo C com 9 pontos, enquanto o Uruguai se classificou em segundo no grupo D, com 6 pontos.

O Uruguai entrará em campo sem o atacante uruguaio Luis Suárez, depois da punição da Fifa que o suspendeu por nove jogos oficiais por ter mordido no ombro de um jogador italiano.

A seleção uruguaia enfrentará a Colômbia no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, e a ausência de Suarez deve ser um duro golpe para a "celeste" no Mundial.