1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Colombianos celebram vitória na véspera de eleição presidencial

Denise Chrispim Marin - Enviada especial a Bogotá - O Estado de S. Paulo

14 Junho 2014 | 22h 15

Milhares de pessoas foram às ruas para comemorar os 3 a 0 contra a Grécia. No domingo, Colômbia vai às urnas para o segundo turno

Depois de 16 anos fora da Copa do Mundo, a seleção da Colômbia presenteou sua torcida com uma goleada de 3 a 0 contra a Grécia na véspera do segundo turno da eleição presidencial. Uma grande festa se deu na Plaza de la 93, onde milhares de pessoas se concentraram para assistir ao jogo em uma tela gigante. Cinco horas depois, a celebração continuava nas ruas de Bogotá, mas entrava em vigor a lei seca, com bares e restaurantes desautorizados a vender bebida alcoólica. A vigência da lei acaba somente às 6 horas de amanhã, quando o futuro presidente do país já será conhecido.

 

Os eleitores se mostravam ontem mais animados com a festa do Mundial do que com a eleição do dia seguinte. Os candidatos Juan Manuel Santos, atual presidente, e Óscar Iván Zuluaga, o desafiador, terão hoje o desafio de tirar os eleitores de ressaca de suas casas para fazê-los votar. A abstenção tornou-se o principal concorrente de ambos os candidatos, depois de alcançar 41% do eleitorado no primeiro turno, em 25 de maio.

Raul Alboleda/AFP
Comemoração em Bogotá se estendeu por horas depois do fim do jogo

A babá Olga Lucía Medina, fantasiada com chapéu e colar com as cores da bandeira colombiana, era das mais entusiasmadas na plateia de um telão instalado no pátio de um shopping center de Bogotá. Imaginava o final do jogo em 3 a 1 para a Colômbia, antes do pontapé inicial, mas demonstrava pouca animação com a eleição de hoje. “Ainda estou em dúvida.”

 

Santos e Zuluaga vestiram a camisa da seleção colombiana para torcer. A de Santos trazia seu nome e o símbolo da paz, que foi também o de sua campanha. Ele assistiu o jogo com sua família e colaboradores. “Começamos com o pé direito. Temos uma seleção, e amanhã (hoje) a paz vai vencer”, afirmou, referindo-se à continuidade das negociações de seu governo com as guerrilhas. Zuluaga viu a partida ao lado de seu padrinho político, o ex-presidente Álvaro Uribe. “Essa vitória da Colômbia nos deixa emocionados e, amanhã (hoje), temos que arrematar ganhando a Presidência.”

 

Um grupo de cinco operários de uma construção próxima a um shopping center haviam terminado o trabalho mais cedo e torciam por 2 a 0 para a Colômbia. Para hoje, apostavam na eleição de Zuluaga. “Tomo um traguinho hoje, para festejar, e amanhã voto bem cedo”, disse Omar Vilorice. No mesmo local, Camilo Galeano e sua mãe, Judith Prieto, acreditavam em igual resultado para a partida. Mas divergiam com os operários sobre o vencedor da eleição. “Somos Santos. Queremos a paz.”

 

Na calçada da Avenida 11, Sandra Hernández espiava a televisão de um restaurante. No café onde trabalha, o aparelho não fora instalado a tempo para a partida. Sandra disse que votará hoje em Zuluaga, mas não por sua proposta de suspender as negociações de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), assunto que não a interessa. “Zuluaga apoia a liberdade de culto. Santos não nos apoiou”, afirmou ela, que é evangélica.

 

Juan Santana ouvia a partida pelo telefone celular, enquanto mantinha seu carrinho de doces no cruzamento entre a Avenida 11 e a Rua 73. Queria a vitória da Colômbia sobre a Grécia por, no mínimo, 2 a 1. Mas não se lembrava dos nomes dos candidatos à eleição de hoje. Quando ouviu a menção a Zuluaga, disse que seu voto iria para ele. Alessandro Ramírez, assistia ao jogo de um laptop instalado encima de uma geladeira da lojinha de pizzas, vendidas por fatia. “Vou votar em Santos, pela paz”, disse.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo