Williams Aguiar/ Sport Club do Recife
Williams Aguiar/ Sport Club do Recife

Com 3 de André, Sport vence Grêmio de virada e garante Corinthians na liderança

Equipe pernambucana saiu atrás, mas conseguiu virar o placar

Estadao Conteudo

28 Maio 2017 | 20h42

O atacante André foi o grande nome do Sport na vitória por 4 a 3 - de virada - sobre o Grêmio, na noite deste domingo, no estádio da Ilha do Retiro, em Recife, na terceira rodada do Brasileirão. A partida teve um ritmo alucinante e começou com os gaúchos, mesmo com um time formado por reservas, abrindo vantagem de dois gols. Mas o Sport não se intimidou e buscou o resultado positivo até o fim.

Com a vitória, o Sport subiu seis posições na tabela, atingindo a 12ª posição, com quatro pontos. Já o Grêmio perdeu a invencibilidade e também a liderança da competição. Agora, o time é o terceiro colocado do Brasileirão, com seis pontos ganhos em duas rodadas.

A equipe gaúcha foi ultrapassada neste domingo pelo Corinthians, que se tornou o novo líder ao derrotar o Atlético-GO por 1 a 0, horas mais cedo, em Goiânia, e chegar aos sete pontos. A mesma pontuação foi atingida neste domingo pelo Cruzeiro, que superou o Santos pelo mesmo placar, na Vila Belmiro, e agora ocupa a vice-liderança, ficando atrás dos corintianos apenas pelos critérios de desempate.

No duelo em Recife, o Grêmio saiu na frente logo no início do jogo, aos 4 minutos, com o atacante Fernandinho. Ele aproveitou rebote do lado direito da área, cortou e finalizou com o pé esquerdo: 1 a 0. Aos 12, o time gaúcho teve um gol bem anulado pela arbitragem. O zagueiro Bressan, impedido, finalizou de cabeça para as redes uma cobrança de falta.

Já aos 16, entretanto, o time gremista ampliou para 2 a 0. Após escanteio da esquerda cobrado por Machado, Jailson escorou de cabeça no segundo pau e achou Rafael Thyere, que recebeu na pequena área nas costas da zaga e finalizou para marcar.

Mas o Sport não se entregou e partiu para buscar a reação. Aos 33 minutos, numa jogada bem trabalhada pelo ataque do time rubro-negro pernambucano, André aproveitou cruzamento, se antecipou ao zagueiro Rafael Thyere e tocou para diminuir: 2 a 1.

No segundo tempo, o Sport fez valer o mando de campo - a equipe é sempre temida quando atua na Ilha do Retiro - e foi em busca da virada. Aos 14 minutos, Anselmo passou nas costas dos zagueiros do Grêmio e o volante Lenis se esticou para desviar para o gol, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 17, Fabrício bateu falta de longe e quase enganou o goleiro Léo, que espalmou para escanteio.

Logo no minuto seguinte, porém, o Sport finalmente conseguiu vencer a retranca gremista na etapa final quando Matheus Ferraz subiu de cabeça para desviar um cruzamento da esquerda direto para as redes e empatar a partida: 2 a 2. A pressão do time mandante surtia efeito. O Grêmio estava encurralado.

Mas, aos 24, Fernandinho quase estragou a reação pernambucana ao chegar em uma bola lançada para o ataque. No entanto, Magrão saiu do gol e tirou com os pés, na hora certa. E o atacante André virou o jogo para o time pernambucano aos 28 minutos. Após uma ótima troca de passes, o meia Marquinhos cruzou da direita para André desviar - em uma quase repetição do primeiro gol dele no jogo - para o fundo do gol: 3 a 2.

Em noite inspiradíssima, André ainda teve tempo para fazer o terceiro dele na partida. Aos 38 minutos, o camisa 90 do time rubro-negro ganhou uma dividida com o atacante Pepê, que havia entrado no lugar de Éverton e falhou no lance, e transformou o resultado em goleada: 4 a 2.

E a chuva de gols não parava. Pouco depois, a defesa do Sport vacilou e deu ao Grêmio a oportunidade de diminuir o placar. O zagueiro Matheus Ferraz derrubou Pepê na área e a arbitragem marcou pênalti. Fernandinho bateu forte, pelo alto, e fez o segundo dele na partida, diminuindo para os gremistas aos 41 minutos: 4 a 3.

O gol animou o time de Porto Alegre, que se arriscou para tentar empatar novamente a partida. Apesar da pressão, o Sport conseguiu manter o placar e conseguiu se recuperar na temporada, após perder o título da Copa do Nordeste para o Bahia, na quarta-feira passada, jogando na Fonte Nova, em Salvador - o time pernambucano havia empatado a partida de ida da final por 1 a 1, em Recife.

A equipe recifense volta a campo na próxima quarta, novamente na Ilha do Retiro, às 21h45, para enfrentar o Botafogo, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No duelo de ida, os cariocas venceram por 2 a 1. Para se classificar, o Sport precisa vencer por 1 a 0. Caso o Botafogo faça gols, os pernambucanos precisarão abrir vantagem de dois gols no marcador para avançar na competição.

O Grêmio também tem compromisso pela Copa do Brasil no meio de semana, mas a missão dos tricolores gaúchos é bem mais simples. O time vai ao Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense, no Maracanã, às 19h45. Como venceu em casa o time carioca por 3 a 1, o Grêmio pode até perder por 1 a 0 que mesmo assim estará classificado.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 4 X 3 GRÊMIO

SPORT - Magrão, Fabrício, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Anselmo, Rithely e Everton Felipe (Marquinhos); Lenis (Rogério), André e Osvaldo (Thallyson). Técnico: Daniel Paulista.

GRÊMIO - Léo, Rafael Thyere, Bruno Henrique (Beto Silva) e Bressan; Kaio, Jaílson, Machado e Conrado; Fernandinho; Nicolas Careca (Lima) e Everton (Pepê). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS - Fernandinho, aos 4, Rafael Thyere, aos 16, e André, aos 33 minutos do primeiro tempo; Matheus Ferraz, aos 18, André, aos 28 e aos 38, e Fernanrdinho, aos 41 do segundo.

ÁRBITRO - Jailson Macedo Freitas (BA).

CARTÕES AMARELOS - Thallyson e Matheus Ferraz(Sport); Bressan (Grêmio).

CARTÃO VERMELHO - Mena (Sport).

RENDA - R$ 74.684,00.

PÚBLICO - 3.441 torcedores.

LOCAL - Ilha do Retiro, em Recife (PE).

Mais conteúdo sobre:
Sport Grêmio futebol Sport Grêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.