1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Com 3 gols de Luciano, Corinthians arrasa Goiás de virada em casa

Vítor Marques - O Estado de S. Paulo

21 Agosto 2014 | 21h 33

Vitória no Itaquerão levou a equipe aos 31 pontos, empatada com o Inter, vice-líder. Perseguição ao primeiro colocado Cruzeiro continua

Tão raro quanto um jogador marcar três gols e mudar um jogo é este Corinthians marcar cinco gols em noventa minutos. Pois foi o que aconteceu nesta quinta-feira no Itaquerão. Se o ponto forte do time, a defesa, fracassou, o ataque garantiu a vitória por 5 a 2 diante do Goiás pelo Campeonato Brasileiro.

Esse resultado levou o time aos 31 pontos, empatado com o Internacional, vice-líder. A perseguição ao primeiro colocado Cruzeiro continua. A vitória não foi fácil, como o placar sugere. O jogo só 'virou' para o Corinthians quando Luciano, que fez 3 gols, resolveu a partida. No início, já se via que seria um jogo complicado.

O Corinthians empatou o jogo no momento certo após a falha de posicionamento da defesa que originou o gol de Thiago Mendes, aos 10 minutos. Houve um lapso tal no miolo de zaga e na cobertura do lateral-direito Fagner que o jogador Goiás bateu de longe, do círculo central, sem ninguém a sua frente além de Cássio.

De virada, Corinthians goleia o Goiás
José Patrício/Estadão

Após a derrota do Internacional, o Corinthians precisava de uma vitória para igualar a pontuação do time colorado, vice-líder do Brasileirão.

Esta foi a primeira jogada da equipe visitante, um contra-ataque, proposta que o time de Ricardo Drubscky manteve durante o jogo. O Goiás foi cautelo sem, contudo, ser retranqueiro.

Guerrero, de cabeça, colocou o placar em igualdade (1 a 1), aos 22 do primeiro tempo. O peruano subiu bem e colocou no canto direito de Renan, aproveitando a cobrança de escanteio de Jadson.

As melhores chances do time de Mano nasciam sempre pelo alto ou em chutes de fora da área. Renato Augusto jogou bem pelo lado esquerdo, setor que pertencia a Petros.

A troca forçada acarretou em mudanças na equipe. Fábio Santos, sem a cobertura de Petros, sofreu para cuidar da marcação. Por outro lado, com Renato, o time teve mais presença ofensiva pelo lado esquerdo. Jadson foi descolocado para a faixa central do meio de campo no segundo tempo. Na direita, Mano colocou Luciano e sacou Romero, que não ganhou uma jogada.

O principal problema do Corinthians, no entanto, estava na defesa. Caso contrário o Goiás não teria feito o 2 a 1, ao 15 do segundo tempo. Jackson, em posição legal, marcou de cabeça. Numa outra jogada difícil para o trio de arbitragem, Elias desviou um chute de Renato Augusto e empatou: 2 a 2.

Dai em diante, Luciano foi o dono do jogo, marcando gols aos 32, aos 38 e aos 43 minutos do segundo tempo. Ao menos este jogo do Corinthians, de monótono, não teve nada.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 5 x 2 GOIÁS

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins, Fábio Santos; Ralf, Elias, Renato Augusto (Lodeiro), Jadson (Bruno Henrique); Romero (Luciano) e Guerrero. Técnico: Mano Menezes. 

GOIÁS - Renan; Valmir Lucas, Jackson, Pedro Henrique, Lima; David, Thiago Mendes, Murilo (João Paulo), Tiago Real (Danilo); Samuel e Bruno Mineiro (Erik). Técnico: Ricardo Drubscky.

GOLS - Thiago Mendes, aos 10, e Guerrero, aos 21 minutos do primeiro tempo. Jackson, aos 15, Elias, aos 19, e Luciano, aos 32, aos 38 e aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - David, Luciano, Thiago Mendes, Samuel. 

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ).

RENDA - R$ 1.465.164,00.

PÚBLICO - 26.486 pagantes.

LOCAL - Estádio Itaquerão, em São Paulo (SP).