1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Com apoio 14 equipes, Ferj proíbe que Fla e Flu joguem a Primeira Liga

- Atualizado: 18 Janeiro 2016 | 20h 50

Federação pede punição a CBF caso clubes descumpram regra

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) emitiu comunicado nesta segunda-feira, assinado pelos demais 14 times que disputam a primeira divisão do Campeonato Carioca, que na prática proíbe, ou tenta proibir, que Flamengo e Fluminense disputem a primeira edição da Liga Sul-Minas-Rio.

O texto de três páginas, assinados por representantes de Vasco e Botafogo, inclusive, estabelece "normas e critérios para que qualquer filiado à Ferj possa participar de competição ou partida interestadual" a partir de 2017 e foi redigido durante o Conselho Arbitral do Campeonato Carioca, na sexta-feira passada.

Documento encaminhado à CBF com normas para participações em partidas e competições interestaduais

Documento encaminhado à CBF com normas para participações em partidas e competições interestaduais

De acordo com a Ferj, para a participação de um associado a uma competição interestadual é necessária a autorização da federação, que promete não negá-la se o torneio em questão respeitar uma série de requisitos, muitos dos quais a Primeira Liga, organizadora da Liga Sul-Minas-Rio, não cumpre.

Exige-se que a competição não coincida com as datas do Carioca, conste no calendário da CBF, seja organizada pela CBF (se oficial) e não pode ultrapassar 15 (antes do Estadual) ou 30 dias (depois). Fica ainda estipulado que só o campeão e o vice do Carioca do ano anterior podem jogar qualquer competição interestadual.

A Ferj ainda informa à CBF que, como a Liga Sul-Minas-Rio não foi reconhecida pela própria CBF e os clubes pertencentes (Fla e Flu) não cumpriram decisão da Assembleia Geral da Ferj, a presidência da CBF "não tem competência e não pode autorizar que seja realizada qualquer competição organizada pela Liga". No entender da Ferj, é necessária autorização da federação estadual à qual o clube está vinculado.

O comunicado se encerra com os rivais de Flamengo e Fluminense requerendo que a CBF "aplique as sanções desportivas pertinentes, comunicando à Fifa a violação do seu estatuto".

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX