Friedemann Vogel/EFE
Friedemann Vogel/EFE

Com arbitragem polêmica, Dortmund derrota Hoffenheim em briga direta pelo 3º lugar

Equipe da Muralha Amarela abre o placar com gol irregular de Marco Reus e supera o rival em casa

Estadão Conteúdo

06 Maio 2017 | 13h02

O Borussia Dortmund contou com o auxílio da arbitragem para derrotar o Hoffenheim por 2 a 1 neste sábado, em casa, em briga direta por uma vaga à fase de grupos da Liga dos Campeões. O resultado levou o time anfitrião para a terceira colocação, com 60 pontos, dois a mais do que o rival, que caiu para o quarto lugar.

No Campeonato Alemão, os três primeiros colocados estão garantidos na fase de grupos da Liga dos Campeões. O quarto lugar precisa disputar os playoffs. Faltam agora apenas duas rodadas para o término da competição e o Dortmund depende apenas de suas forças para se garantir em terceiro.

Curiosamente, Dortmund e Hoffenheim têm os mesmos adversários nas rodadas finais. Na 33ª, no próximo sábado, o Dortmund visitará o Augsburg, e depois fechará a participação contra o Werder Bremen. O Hoffenheim encara o Werder Bremen, fora de casa, também no sábado, e na sequência recebe o Augsburg.

Em campo, os anfitriões saíram na frente com um gol em impedimento de Marco Reus logo aos quatro minutos de partida. O atacante recebeu em posição irregular e tocou na saída do goleiro.

Dez minutos depois, Reus dominou uma bola com o braço, cruzou na área e houve toque de mão de Kaderabek. O árbitro anotou pênalti para indignação dos jogadores do Hoffenheim. Aubameyang, no entanto, cobrou para fora.

O Hoffenheim então passou a pressionar, mas não conseguiu o gol de empate. Na etapa final, os visitantes seguiram melhor na partida, mas quem ampliou foi o Dortmund. Aos 37, Piszczek cruzou e Guerreiro desviou na trave. Aubameyang aproveitou a sobra e mandou para as redes.

Foi 28º tento do gabonês no Alemão. Com isso, ele tornou-se o jogador com mais gols em uma temporada com a camisa do Dortmund. O Hoffenheim, no entanto, não se entregou. Aos 42, Ginter cometeu pênalti em Sandro Wagner. Kramaric cobrou diminuiu. Os visitantes ainda pressionaram nos instantes finais, mas o Dortmund se fechou e garantiu o resultado.

CAMPEÃO X REBAIXADO

Também neste sábado, o campeão antecipado Bayern de Munique alcançou a 23ª vitória na competição e sacramentou o rebaixamento do lanterna Darmstadt com um triunfo por 1 a 0, em casa, gol de Juan Bernat.

O resultado levou o time anfitrião aos 76 pontos, enquanto que os visitantes permaneceram na lanterna, com 24, sem chances matemáticas de deixar as últimas posições. O destaque da equipe de Munique foi o goleiro Starke, substituto de Neuer, que está machucado. Ele pegou um pênalti cobrado por Hamit Altintop, aos 40 minutos do segundo tempo.

O Wolfsburg conseguiu uma importante vitória na luta contra o rebaixamento. Fora de casa, derrotou o Eintracht Frankfurt por 2 a 0, com gols de Daniel Didavi e Mario Gomez. O resultado levou a equipe visitante para a 14ª colocação, com 36 pontos, a três do Hamburgo, o 16º, posição que obriga o time disputar um playoff com o terceiro colocado da segunda divisão para saber quem jogará na elite. O Eintracht é o 11º, com 41.

Ainda na luta contra a degola, o Ingolstadt se complicou ao empatar por 1 a 1 com o Bayer Leverkusen, em casa. Kittel abriu o placar para os anfitriões, mas Havertz deixou tudo igual. O Ingolstadt permanece em penúltimo lugar, com 30 pontos, enquanto que o Leverkusen tem 37, em 12º.

O Borussia Mönchengladbach ficou no empate em 1 a 1 com o Augsburg, em casa. Os visitantes saíram na frente com Finnbogason, mas Andre Hahn conseguiu empatar nos acréscimos. O time da casa está em nono, com 43, e o Augsburg é o 13º, com 36.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.