Divulgação
Divulgação

Com atacantes em ascensão, Inglaterra e Itália fazem amistoso

Seleções estão renovadas depois de fiasco na Copa do Mundo

EFE

31 Março 2015 | 09h52

Renovadas depois do fiasco na Copa do Mundo, Itália e Inglaterra se reencontrarão nesta terça-feira, às 15h45 (horário de Brasília), no Juventus Stadium, em Turim, apostando em novos atacantes, com destaque para um brasileiro da Sampdoria e uma sensação do Tottenham.

Em 14 de junho de 2014, as duas seleções duelaram pela primeira rodada do grupo D do Mundial, na Arena Amazônia, em Manaus. A Azzurra levou a melhor por 2 a 1, mas com a sequência da competição, ambas acabaram eliminadas, com Costa Rica e Uruguai avançando na chave.

Craques como Steven Gerrard e Frank Lampard deixaram o English Team depois do torneio. Na Itália, atletas experientes como Daniele De Rossi, Alberto Aquilani e Antonio Cassano começaram a dar espaço a uma nova geração de convocados.

Entre as novidades que o técnico Antonio Conte agregou ao elenco, uma das mais recentes é o atacante Éder. Nascido em Santa Catarina, o jogador revelado no Criciúma, que atua desde 2005 no futebol italiano, passou por Empoli, Frosinone, Brescia e Cesena antes de ser contratado pela Sampdoria.

Aos 29 anos, o brasileiro foi convocado pela primeira vez recentemente e ficou na reserva no confronto de sábado contra a Bulgária, pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016. Depois de entrar em campo aos 13 minutos do segundo tempo, Éder balançou as redes aos 39, garantindo empate fora de casa por 2 a 2.

Na Inglaterra, a novidade atende por Harry Kane, que cada vez mais, faz juz ao trocadilho que virou apelido Hurricane (furacão em inglês). O jogador do Tottenham, de 21 anos, que por quatro temporadas rodou por clubes de divisões interiores, sempre emprestado, foi reintegrado na temporada passada e nesta explodiu.

Em 43 jogos por todas as competições que disputa ou disputou em 2014/2015, Kane marcou 29 vezes, 18 delas no Campeonato Inglês, em que divide artilharia com Diego Costa, do Chelsea. Assim como Éder, começou sua primeira partida pela seleção no banco, sexta-feira contra a Lituânia. O atacante entrou aos 26 minutos e marcou aos 28, para delírio, fechando a goleada por 4 a 0.

Tanto o ítalo-brasileiro como o inglês deverão estar em campo no amistoso que acontecerá no Juventus Stadium, o primeiro já teve escalação confirmada por Antonio Conte. O segundo aguarda decisão do técnico Roy Hodgson, que ainda não decidiu se entrará em campo com um ou dois atacantes.

Na seleção italiana, Gianluigi Buffon, com dores musculares, deverá ficar de fora mais uma vez. Enquanto os visitantes não contarão com Leighton Baines, Danny Welbeck e Raheem Sterling, titulares contra os lituanos, que serão poupados, conforme já antecipou o comandante do 'English Team'.

ITÁLIA x INGLATERRA

ITÁLIA - Sirigu; Ranocchia, Bonucci e Moretti; Abate, Soriano, Verrati, Parolo e Santon; Eder e Pellè. Técnico: Antonio Conte.

INGLATERRA - Hart; Walker, Smalling, Jagielka e Bertrand; Carrick, Henderson, Barkley, Townsend e Walcott (ou Kane); Rooney. Técnico: Roy Hodgson.

Árbitro: Felix Brych (Alemanha).

Estádio: Juventus Stadium, em Turim (Itália).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.