1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Com convocação e gol da vitória, Felipe celebra dia perfeito

- Atualizado: 28 Março 2016 | 07h 40

Zagueiro festeja momento especial na carreira: 'sou abençoado'

O zagueiro Felipe declarou que o dia 26 de março é um dos mais importantes de sua vida. Ele acordou neste sábado com inúmeros telefonemas e mensagens informando sua primeira convocação para a seleção brasileira. Terminou o dia como herói da vitória do Corinthians sobre o Ituano, por 1 a 0 na noite deste sábado, com um gol aos 42 minutos do segundo tempo. "Sou um homem abençoado, está acontecendo tudo o que eu pedi. Agora é pensar na seleção, me apresentar e ser feliz", afirmou o defensor.

Depois do gol da vitória, Felipe se apresenta neste domingo ao técnico Dunga. Vai completar a defesa depois da suspensão de David Luiz no empate contra o Uruguai. Provavelmente será o zagueiro reserva, mas a primeira convocação coroa a ótima fase da defesa do Corinthians - já são cinco jogos sem tomar gols. "Nós criamos muito, acertamos vários bolas na trave (foram quatro ao todo) e não podíamos sair sem a vitória", disse o zagueiro.

Na comemoração do gol no confronto válido pela 12ª rodada do Paulistão, Felipe confessou que mudou seu característico salto mortal por uma cambalhota em câmera lenta. Está preocupado com a reação de Tite e também com a camisa amarela. "Fiz uma cambalhota de leve. Parece que o Tite não gostou muito da última cambalhota e achei melhor maneirar", afirmou, se referindo ao fato de que o treinador teme que ele possa se lesionar com este tipo de movimento na comemoração dos seus gols.

Felipe define o 26 de março de 2016 como seu dia mais feliz no futebol
Felipe define o 26 de março de 2016 como seu dia mais feliz no futebol

Felipe demorou para conquistar seu espaço no Corinthians. Contratado em 2012, só se firmou no ano passado e tomou conta da zaga depois que Gil se transferiu para a China. "Há quatro anos, quando cheguei em 2012, o Tite conversou comigo, disse que eu estava muito cru, mas que eu tinha tudo para dar certo. Ele falou naquele momento que eu tinha objetivos grandes, que era para pensar em coisas grandes, que isso ia acontecer", afirmou o zagueiro convocado pela primeira vez para a seleção.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX