Assine o Estadão
assine

futebol internacional

Chelsea ganha e impede Arsenal de assumir a liderança do Inglês

Diego Costa marca o único gol da partida;Gunners ficam em 3º

0

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2016 | 16h29

Uma expulsão cavada e um gol marcado, ambos por Diego Costa, definiram a vitória do Chelsea por 1 a 0 no clássico contra o Arsenal, fora de casa, neste domingo. O resultado foi determinante para evitar que o time comandado por Arsène Wenger chegasse à liderança do Campeonato Inglês.

Com o resultado, o Arsenal parou nos 44 pontos, com três jogos seguidos sem vitória no torneio, e terminou a 23.ª rodada na terceira posição. O Chelsea, por sua vez, foi a 28 pontos, no 13.º lugar. O vice-líder da tabela é o Manchester City, que no último sábado empatou por 2 a 2 com o West Ham e também foi aos 44 pontos, ocupando o segundo lugar por ter melhor saldo de gols (primeiro critério de desempate) que a equipe de Londres.

A partida também confirmou mais um jogo no tabu do clássico londrino. Há nove jogos o Arsenal não consegue vencer o arquirrival, com seis derrotas (incluindo uma goleada por 6 a 0) e três empates. A última derrota do Chelsea aconteceu em outubro de 2011, por 5 a 3. No período, os comandados por Wenger venceram uma vez, mas pela Supercopa da Inglaterra.

O início da partida até teve certo domínio do Arsenal, que jogava empurrado por sua torcida no Emirates Stadium e contava com o favoritismo das apostas, mas uma jogada mudou o rumo da partida aos 18 minutos do primeiro tempo. Em um contra-ataque do Chelsea, Diego Costa ia de encontro ao gol, mas foi derrubado por um carrinho de Mertesacker. O zagueiro alemão recebeu o cartão vermelho direto.

Para acertar o esquema tático, Wenger promoveu a entrada do zagueiro Gabriel Paulista na vaga do atacante Giroud. Mesmo assim, a superioridade numérica acabou por se traduzir em gol aos 23 minutos. Ivanovic cruzou da direita e Diego Costa apareceu para marcar.

Com a vantagem, o Chelsea passou a segurar mais o jogo e deixou de arriscar no primeiro tempo. Após o intervalo, a postura passiva do time quase custou o gol de empate. Aos 18 minutos, um bate-rebate na área deixou os torcedores apreensivos, mas a zaga do Chelsea conseguiu se salvar.

Nos minutos finais, o brasileiro Willian ainda teve a chance de matar o jogo, após receber passe de Hazard na área, pela direita, mas chutou sem direção e a bola saiu pela linha de fundo.

O próximo compromisso das equipes será pela Copa da Inglaterra, daqui a uma semana. No sábado, o Arsenal encara o Burnley. Já o Chelsea enfrenta o Milton Keynes Downs, no domingo.

OUTRO RESULTADO

Ainda neste domingo, em uma partida de meio de tabela, o Swansea venceu o Everton fora de casa por 2 a 1. Os visitantes foram a 25 pontos, no 15º lugar, enquanto a equipe de Liverpool parou nos 29, na 12.ª colocação.

Comentários