Com dois gols de fora da área, Botafogo bate a Ponte e vence a 1ª no Brasileirão

Técnico Jair Ventura escalou força máxima após derrotar o Atlético Nacional pela Libertadores

Estadao Conteudo

21 Maio 2017 | 20h22

O Botafogo conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de 2017. Na noite deste domingo, no complemento da segunda rodada, o time carioca escalou seus titulares e derrotou a Ponte Preta por 2 a 0, no estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio.

Após a batalha que terminou com vitória sobre o Atlético Nacional, na última quinta-feira, e classificação pela Copa Libertadores, o Botafogo escalou força máxima e conseguiu somar seus primeiros três pontos. Está em 12.º lugar, com a mesma pontuação da Ponte Preta, que caiu para o décimo.

O primeiro tempo foi bastante brigado, muito por conta das formações, ambos com três volantes e apenas um homem de criação. Desta forma, as chances de gol aconteceram apenas em finalizações de fora da área. Quem chegou primeiro foi o time campineiro.

Lins arriscou de longe, Gatito deu rebote, mas Jadson chegou desequilibrado e mandou para fora. A resposta do Botafogo veio na mesma moeda, mas desta vez a bola parou no fundo das redes. Aos 20 minutos, depois de cobrança de escanteio, a defesa da Ponte não conseguiu cortar, Roger recuou e Bruno Silva mandou de primeira, no ângulo de Aranha, sem chances de defesa.

Mesmo atrás do marcador, a Ponte seguiu com mais posse de bola e assustando os botafoguenses. Ainda na primeira etapa, Nino Paraíba deixou Lucca de cara para o gol. O atacante bateu forte, mas parou em Gatito, que fechou bem o ângulo e mandou para fora.

Gilson Kleina colocou a Ponte ainda mais para frente após o intervalo ao promover a entrada de Yuri no lugar de Jadson, um dos volantes. Apesar da ofensividade, o time campineiro parou sempre na defesa do Botafogo, que, comandada por Carli e Igor Rabello, rechaçou qualquer lance de perigo.

Em busca de um contra-ataque para decidir o jogo, o time carioca teve dificuldades para trocar passes em sequência e dar continuidade às jogadas ofensivas. Aos 20 minutos, porém, após boa jogada de Guilherme, Rodrigo Lindoso recebeu na entrada da área e finalizou colocado, sem chances para Aranha, que caiu no canto esquerdo.

A Ponte seguiu buscando o ataque, mas assustou apenas em finalização de Yuri, que passou raspando o poste de Gatito. O Botafogo, por sua vez, tentou aproveitar os espaços deixados pelo adversário. Guilherme apareceu duas vezes para chutar no mesmo lance, mas Aranha salvou os campineiros nas duas finalizações.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo. Às 11 horas, a Ponte Preta encara o Atlético-MG, no estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Mais tarde, às 19 horas, o Botafogo recebe o Bahia, novamente no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 X 0 PONTE PRETA

BOTAFOGO - Gatito Fernandez; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (Airton), João Paulo e Camilo (Gilson); Rodrigo Pimpão e Roger (Guilherme). Técnico: Jair Ventura.

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Fernando Bob (Wendel), Elton, Jadson (Yuri) e Ravanelli; Lucca e Lins (Xuxa). Técnico: Gilson Kleina.

GOLS - Bruno Silva, aos 20 minutos do primeiro tempo, e Rodrigo Lindoso, aos 20 do segundo.

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

CARTÃO AMARELO - Igor Rabello (Botafogo).

RENDA - R$ 179.490,00.

PÚBLICO - 7.711 pagantes (9.160 total).

LOCAL - Engenhão, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.