Com erro do goleiro, Inglaterra perde para a Bielo-Rússia

Apontada como uma das favoritas ao título da Copa do Mundo da Alemanha, a seleção da Inglaterra decepcionou ao ser derrotada pela Bielo-Rússia por 2 a 1, nesta quinta-feira, em jogo amistoso realizado no Estádio Madejski, em Reading, ao oeste de Londres. Além de cometer um grave erro no primeiro gol dos rivais, o goleiro inglês Robert Green sofreu uma contusão e deverá ser cortado do elenco que vai disputar o Mundial. Contando com o apoio de sua torcida, a seleção inglesa, que atuou com um time repleto de reservas, consegui abrir o placar logo nos primeiro minutos de jogo. Após cruzamento da esquerda, o atacante Peter Crouch, que substitui o contundido Wayne Rooney, completou para o fundo das redes. Mas o juiz irlandês McKeown anulou o gol corretamente ao marcar impedimento. Os donos da casa conseguiram ficar à frente do marcador aos 34 minutos. Depois de uma cobrança de falta, o atacante Michael Owen, em posição irregular, cabeceou a bola na trave. Na seqüência, o meia Jermaine Jenas completou para o gol. Owen, que fraturou o pé no dia 31 de dezembro de 2005 e jogou apenas 29 minutos pelo seu time, o Newcastle United, foi o capitão do time neste confronto. No jogo desta quinta, o atacante Theo Walcott, de apenas 17 anos, fez a sua estréia com a camisa da seleção inglesa ao entrar no lugar de Owen no segundo tempo. A Bielo-Rússia, que não estará na Copa e ocupa a 65ª colocação no ranking da Fifa, chegou ao empate aos 5 minutos da etapa final. Em uma reposição de bola, o goleiro Robert Green pegou errado na bola e sentiu uma contusão, ficando deitado no gramado. Vitaly Kutuzov ficou com a bola e tocou para o fundo do gol vazio. Indignada pela falta de falta de "fair-play", a torcida inglesa vaiou muito o adversário. Os visitantes viraram o jogo aos 36 minutos. Após uma boa tabela próxima da área, Sergei Kornilenko chutou no canto esquerdo do goleiro Carson, que havia entrado no lugar do lesionado Green. Rooney O atacante Wayne Rooney foi submetido nesta quinta-feira a uma radiografia para diagnosticar a sua lesão no pé direito, sofrida há quase um mês. Os resultados serão enviados o médico-chefe da seleção, Lief Sward. Os resultados dos exames serão revelados somente nesta sexta-feira. Se o atacante do Manchester United estiver em boas condições físicas após o exame, ele poderá retomar os treinos leves. A data limite para que Eriksson decida inscrevê-lo ou não é 30 de maio.

Agencia Estado,

25 Maio 2006 | 18h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.