Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Com recorde de público no Maracanã, Fla vence Inter e mantém a liderança

Ao todo, 60 mil torcedores viram equipe rubro-negra vencer com gols de Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro; Guerrero retorna após suspensão

Estadão Conteúdo

06 Maio 2018 | 18h30

Diante de um público recorde neste Brasileirão, de 60.182 torcedores, o Flamengo venceu o Internacional por 2 a 0, neste domingo à tarde, no Maracanã, pela quarta rodada, e sustentou a liderança da tabela. Com 10 pontos, o time carioca tem ainda o melhor ataque, com nove gols.

+ TEMPO REAL - Confira os lances da partida

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

+ De virada, Fluminense bate o Vitória em Salvador e reage no Brasileirão

+ Palmeiras bate o Atlético-PR fora de casa e sobe para 2º no Brasileirão

O time gaúcho continua com quatro pontos, na zona intermediária da classificação. O jogo também marcou a volta do atacante peruano Paolo Guerrero, que entrou no segundo tempo, após seis meses de afastamento por cumprir suspensão por doping.

O primeiro tempo teve domínio territorial do Flamengo, com 70% de posse de bola contra apenas 30% do Inter. Apesar dos números, nas finalizações o time gaúcho foi para o intervalo na frente: 2 a 1.

As duas chances saíram em cabeçadas de Leandro Damião. A primeira aos 11 minutos, em cruzamento da direita e que foi completada na esquerda. Diego Alves saltou e mandou para escanteio. A segunda já aos 45 minutos, do outro lado, com Leandro testando no ângulo e Diego, de novo, mandando para fora.

O Flamengo tinha a posse de bola, porém, não conseguia as infiltrações, nem tabelas para chegar ao gol adversário. Só chutou a gol uma vez, aos 21 minutos, quando Rodinei apareceu dentro da área e chutou de virada para grande defesa de Danilo Fernandes. Na outra chance, Rodinei fez o cruzamento, Henrique Dourado se esticou e bateu prensado para fora, aos 37.

No início do segundo tempo, o Flamengo tentou sair na frente na base da pressão. Até arriscou chutes de longe, mas sem direção. Aos 11, a torcida ficou agitada quando o técnico Maurício Barbieri chamou Paolo Guerrero no banco de reservas. Dois minutos depois ele entrou no lugar de Henrique Dourado sob muitos aplausos.

Mas quem abriu o placar foi Lucas Paquetá, aos 25 minutos. Ele cobrou falta na frente da área e depois pegou o rebote da barreira, ajeitou e chutou forte de esquerda. A bola desviou na defesa e entrou no canto esquerdo do goleiro Danilo Fernandes. Em seguida, o técnico Odair Hellmann resolveu arriscar ao tirar o volante Gabriel Dias para a entrada do atacante Lucca. A intenção era deixar o time mais ofensivo.

Só que os planos foram por água abaixo aos 33 minutos, quando Willian Pottker deu uma cabeçada em Vinícius Júnior e foi expulso.

Em vantagem numérica, o Flamengo manteve o domínio do jogo, mas só ampliou o placar numa jogada individual de Éverton Ribeiro aos 41 minutos. Ele passou lateralmente por dois marcadores e chutou forte de esquerda no canto de Danilo. Nos minutos finais, o Inter ainda criou duas chances. Uma com Iago e outra com Lucca, ambas defendidas por Diego Alves.

Ao final do jogo, muito emocionado, Paolo Guerrero comentou sobre sua volta ao futebol. "Estou muito contente em voltar e com o Maracanã lotado. Tenho certeza de que não seria mais punido, porque sou inocente e disse no meu depoimento. Agora é comemorar esta vitória", declarou o jogador.

O Flamengo agora, na quinta rodada, vai enfrentar a Chapecoense, em Santa Catarina, domingo, às 11 horas. No sábado, às 16 horas, o Inter fará o Gre-Nal no estádio do rival na Arena Grêmio.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 2 X 0 INTERNACIONAL

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro; Geuvânio (Jean Lucas), Henrique Dourado (Guerrero) e Vinícius Junior. Técnico: Maurício Barbieri.

INTERNACIONAL - Danilo Fernandes; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Gabriel Dias (Brenner), Rodrigo Dourado, Patrick e D'Alessandro; Willian Pottker e Leandro Damião (Lucca). Técnico: Odair Hellmann.

GOLS - Lucas Paquetá, aos 25, e Éverton Ribeiro, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Henrique Dourado, Lucas Paquetá, Geuvânio, Vinícius Júnior e Cuéllar (Flamengo); Rodrigo Dourado, Fabiano, Brenner e Victor Cuesta (Inter).

CARTÃO VERMELHO - Willian Pottker (Inter).

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (SP).

RENDA - R$ 1.415.585,00

PÚBLICO - 55.283 pagantes (60.182 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.