Nelson Perez/Fluminense FC
Nelson Perez/Fluminense FC

Com reservas, Flu perde jogo e invencibilidade no Carioca para o Nova Iguaçu

Mesmo com resultado negativo, tricolor carioca segue líder no Grupo C com três pontos

Estadão Conteudo

19 Março 2017 | 18h30

Campeão da Taça Guanabara e, por isso, já garantido nas semifinais do Campeonato Carioca, o Fluminense usou um time reserva, com vários jogadores da base, diante do Nova Iguaçu, neste domingo, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita. Mas foi derrotado por 3 a 1 e perdeu a invencibilidade de oito jogos na competição. O resultado mantém o time tricolor com três pontos, em primeiro lugar no Grupo C. O Nova Iguaçu foi a seis pontos, em segundo lugar no Grupo B.

O técnico Abel Braga avisou antes de a bola rolar que seria um jogo para observação, lembrando que os titulares estão sendo poupados para a disputa de outras competições como a Copa do Brasil, onde o time enfrentará o Goiás na quarta fase.

Além disso, ainda precisa buscar a vaga na segunda fase da Primeira Liga, em confronto direto com o Brasil, de Pelotas (RS). Dos titulares, apenas o volante Orejuela, que nesta segunda-feira se apresentará à seleção do Equador e ficará fora do time por três jogos.

INÍCIO VELOZ

O jogo começou em alta velocidade. O time visitante abriu o placar logo aos cinco minutos, quando Reginaldo saiu jogando errado. Caio Cezar pegou a bola, fez o drible e cruzou. Na pequena área, Adriano errou o chute, mas Marlon pegou do lado esquerdo. Bateu rasteiro, por baixo de Diego Cavalieri.

O empate, porém, não demorou. Saiu aos 12 minutos, quando Mateus Norton cruzou da direita e Pedro desviou de cabeça. Três minutos depois, quase ocorreu a virada. Osvaldo desceu em velocidade pelo lado esquerdo e cruzou para o desvio fraco de Pedro.

Osvaldo continuava usando bem a velocidade pelo lado do Fluminense e assustou aos 35 minutos em um chute de longe que foi defendido por Jefferson. Mas a defesa falhou de novo aos 37 minutos e o Novo Iguaçu passou à frente. Nogueira perdeu a bola para Adriano, que avançou, entrou na área e, na saída de Cavalieri, só tirou do goleiro. É o sétimo gol dele na competição.

Osvaldo ainda teve chance do empate aos 41 minutos, quando entrou na área, driblou dois zagueiros e chutou. Outra vez Jefferson defendeu. O resultado parcial teria que ser repensado nos vestiários. Não houve mudança na volta a campo, inclusive no Fluminense.

Para surpresa geral, o Nova Iguaçu voltou no ataque. Adriano quase ampliou aos cinco minutos, quando imprimiu velocidade na área e chutou forte. A bola tocou na trave e saiu. O Fluminense encontrava dificuldades para chegar na frente. Até teve uma chance com Pedro, que pressionado bateu por cima do travessão.

Aos poucos, o Fluminense cansou e não ameaçou. Para complicar, levou o terceiro gol, aos 26 minutos. Paulo Henrique cobrou falta com efeito, a bola quicou na frente de Cavalieri, que rebateu. A bola tocou no joelho de Nogueira e entrou. Depois disso, não houve mais reação.

Antes mesmo deste jogo, Abel Braga já tinha avisado que vai ter o time titular no clássico contra o Botafogo, quinta-feira, às 18 horas, no estádio do Engenhão, pela terceira rodada. O Nova Iguaçu vai jogar em casa contra a Portuguesa, que nesta tarde de domingo venceu o Macaé por 2 a 1.

 

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 1 X 3 NOVA IGUAÇU

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Mateus Norton, Reginaldo, Nogueira e Marquinhos Calazans; Orejuela, Wendel e Marquinho (Léo); Marcos Júnior (Maranhão), Pedro e Osvaldo (Lucas Fernandes). Técnico: Abel Braga.

NOVA IGUAÇU - Jefferson; Thiago Crispin (Vinícius Matheus), Bruno Simões, Murilo Henrique e Lucas; Anderson (Iuri Pimentel), Paulo Henrique, Caio Cezar (Renan Silva) e Wescley; Marlon e Adriano. Técnico: Edson Souza.

GOLS - Marlon, aos 5, Pedro aos 12 e Adriano, aos 37 minutos do primeiro tempo. Nogueira, contra, aos 26 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Pathrice Wallace Correa Maia.

CARTÕES AMARELOS - Reginaldo, Nogueira e Léo (Fluminense). Anderson, Paulo Henrique, Vinícius Matheus, Bruno Simões e Lucas (Nova Iguaçu).

RENDA - Não divulgada.

PÚBLICO - 2.449 pagantes.

LOCAL - Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.