EFE/Fabio Muzzi
EFE/Fabio Muzzi

Com show de atacante do Milan, Itália 'alternativa' faz 8 a 0 em San Marino

Gianluca Lapadula foi o destaque do jogo com três gols

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 18h26

A Itália nem precisou de seus principais jogadores para atropelar uma das seleções mais fracas do mundo. Mesmo com um time "alternativo" convocado pelo técnico Giampiero Ventura, os italianos fizeram nada menos do que 8 a 0 sobre San Marino em amistoso disputado nesta quarta-feira, na cidade de Empoli.

Ventura explicou que utilizaria este amistoso para observar alguns jovens jogadores, a maioria com menos de 23 anos, para compor a seleção principal no futuro. Entre os nomes chamados, Federico Chiesa, da Fiorentina, foi titular nesta quarta. O meia-atacante é filho de Enrico Chiesa, atacante que disputou a Eurocopa de 1996 e a Copa do Mundo de 1998 pela Itália.

Mas quem aproveitou melhor a oportunidade nesta quarta foi outro atacante. Gianluca Lapadula, do Milan, foi o grande destaque da partida ao marcar três gols, sendo um em belo toque por cima do goleiro. Quem também marcou lindo gol por cobertura foi Matteo Politano, do Sassuolo. Gian Marco Ferrari, do Crotone, Andrea Petagna e Mattia Caldara, ambos da Atalanta, além de Bonini, contra, completaram a goleada.

Quem perdeu a chance de mostrar serviço nesta quarta e fazer sua estreia pela seleção foi o brasileiro naturalizado italiano Emerson Palmieri. O lateral da Roma sofreu uma lesão diante do Genoa, pela última rodada do Campeonato Nacional, e não teve condições de jogo, ficando fora até do banco de reservas.

Mais conteúdo sobre:
Futebol internacional futebol Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.