Convocação de filho do técnico causa polêmica na Sérvia

A decisão do técnico de Sérvia e Monentegro, Ilija Petkovic, de convocar seu filho Dusan Petkovic para a Copa do Mundo, no lugar do contundido Mirko Vucinic, virou o assunto da hora no país, e a opinião quase unânime é contrária à do técnico. O ex-jogador Dragan Stojkovic, craque da seleção da Iugoslávia na década de 90, disse que a convocação é um "escândalo", enquanto o site de notícias B92 disse que era uma "vergonha" ao fato de o Petkovic pai ter aderido ao "nepotismo à moda dos Balcãs", em referência à seleção da Croácia, treinada por Zlatko Kranjcar e comandada em campo por Nico Kranjcar. No país vizinho, a presença de Nico foi discutida no início, mas as atuações do jogador nas Eliminatórias fizeram o país esquecer o parentesco com o técnico. Na Sérvia, Petkovic espera que as coisas vão pelo mesmo caminho. "Ele é um jogador versátil, que joga na defesa e no meio-de-campo, e pode ser útil para nossa seleção. É uma decisão minha e eu tenho total responsabilidade sobre ela", afirmou o técnico, durante o treino da seleção em Felden, na Áustria. "Há muitos jogadores que merecem mais um lugar na seleção que o filho do técnico", questionou Stojkovic. Vucinic era um dos dois jogadores montenegrinos do elenco - o país decidiu em plebiscito se separar da Sérvia, o que valerá esportivamente para as próximas competições. Ele joga no Lecce, da Itália, e sofreu uma lesão nos ligamentos do joelho na semana passada.

Agencia Estado,

30 Maio 2006 | 13h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.