1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Antes da estreia na Copa, Felipão diz que não mudaria nada

Leandro Silveira, Felipe Rosa Mendes - Estadão Conteúdo

11 Junho 2014 | 20h 19

Treinador brasileiro se diz satisfeito com a preparação feita pela Seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis

O técnico Luiz Felipe Scolari garantiu nesta quarta-feira que ficou muito satisfeito com o trabalho desenvolvido na preparação do Brasil para a Copa do Mundo, iniciada no dia 26 de maio, quando o grupo se apresentou na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Assim, ele garantiu que o seu planejamento seguiu o definido anteriormente e não precisaria ser alterado em uma hipotética volta no tempo. "Montaria tudo como estamos fazendo", disse.

Além de se preparar numa reformada Granja Comary, o que não havia acontecido em edições anteriores do torneio, o Brasil disputou e venceu seus dois amistosos, diante do Panamá (4 a 0) e da Sérvia (1 a 0), e não perdeu nenhum jogador por lesão, ao contrário dos seus concorrentes. "Evoluímos bastante, eram três meses sem jogar, tínhamos que realinhar a equipe, fizemos dois amistosos em que fomos crescendo um pouco. Estamos todos em condição de jogo. Tudo que foi planejado seguiu à risca", avaliou Felipão.

Com isso, o treinador destacou que a seleção ainda não atingiu o seu auge, mas está em boas condições de avançar às oitavas de final da Copa. "Não estamos como as outras seleções que jogaram cinco amistosos, mas com 80%, e a evolução dos treinos foi ótima. Temos boa condição de passar dessa fase. E aí seguir os trabalhos", afirmou.

Alex Silva/Estadão
Felipão confia na preparação brasileira para a Copa

Apesar de carregar o sonho de conquistar o título mundial pela seleção, Felipão garante pensar em uma partida de cada vez, a começar pela abertura da Copa, diante da Croácia, nesta quinta-feira, no Itaquerão. "Penso no jogo de amanhã. como falamos ontem e antes de ontem, na palestra do Carlos Alberto Julio, a melhor que já ouvi na minha vida, passamos a ideia de que temos sete degraus. Temos que subir o primeiro, pensar no primeiro. A ideia que passo e vivo com eles é desse, o primeiro degrau é amanhã, a Croácia", concluiu o treinador, durante entrevista coletiva nesta quarta.

Copa 2014