1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Apenas dois torcedores recepcionam a Costa do Marfim em Fortaleza

PAULO FAVERO - enviado especial a Fortaleza - O Estado de S. Paulo

22 Junho 2014 | 21h 19

Apenas quando o ônibus da delegação estacionou ao lado do hotel que uma roda de curiosos se juntou para ver de perto os jogadores

A seleção da Costa do Marfim chegou na noite deste domingo à Fortaleza, onde na terça-feira enfrenta a Grécia, no Castelão, e foi recepcionado por apenas dois torcedores de seu país. Claro que, no momento que o ônibus com a delegação parou ao lado do hotel onde os africanos ficarão hospedados, juntou muitos curiosos, quase todos brasileiros.

A festa maior foi para o atacante Didier Drogba, que acenou para a torcida e sorriu. "Ele é o meu jogador preferido", conta Jonathan Djerehe, estudante de 17 anos que veio ao Brasil para ver o Mundial. "Estive em Recife, Brasília e agora vou ver a partida aqui em Fortaleza", explicou.

Ele estava acompanhado de outro torcedor da Costa do Marfim, Nathan Kone, que tem 30 anos e explica que devem ter cerca de 500 fãs do país no Brasil para assistir à Copa. "Espero que os torcedores brasileiros possam nos ajudar contra a Grécia. Quando enfrentamos a Colômbia, eram 40 mil pessoas contra a gente", lembra.

No último jogo no Castelão, os brasileiros incentivaram Gana contra a Alemanha e os jogadores africanos disseram depois que aquilo deu uma energia extra para o grupo. "Nós precisamos bastante deste apoio. Acho que temos condições de passar pela Grécia", continua Nathan Kone, citando ainda seu jogador preferido: Yaya Touré.

Copa 2014