1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Após mordida, Suárez pode ser punido e não jogar mais nesta Copa

JAMIL CHADE - O Estado de S. Paulo

24 Junho 2014 | 18h 13

Pelas regras, atacante pode pegar gancho de três jogos, mas a Fifa tem o direito de ampliar a pena se considerar que foi ato de violência

A Fifa vai investigar o comportamento de Luis Suarez no jogo entre o Uruguai e a Itália e, se condenado, poderá sofrer uma suspensão e multas. A punição foi pedida pelo time italiano, indignado pelas ações do jogador ao morder outro atleta.

Pelas regras, ele pode pegar até três partidas de suspensão e pagar uma multa de 50 mil francos suíços. Na prática, isso o tiraria da Copa do Mundo e ele voltaria apenas se o Uruguai chegasse a uma final. Com o resultado de ontem, está descartada uma final entre Brasil x Uruguai e a Celeste jogaria contra o time de Neymar numa eventual quartas-de-fonal.

Mas a Fifa tem o direito de ampliar a pena, se considerar que ele cometeu um ato de violência. Neste caso, a suspensão seria ainda maior e ele ficaria de fora de toda a Copa do Mundo. O Comitê de Disciplina da Fifa se reunirá a partir de amanhã para avaliar o caso.

Yves Herman/Reuters
Suárez mordeu o ombro de Chiellini, zagueiro da Itália, enquanto disputava a bola dentro da área

"Estamos aguardando o informe da partida e vamos reunir os elementos necessários para avaliar o assunto", declarou Delia Fischer, porta-voz da Fifa.

As leis da entidade permitem que o jogador seja punido, mesmo que o árbitro não tenha visto ou dado a falta. Qualquer um pode submeter à entidade provas de algum comportamento não-adequado. Isso inclui vídeo e fotos, além de declarações de testemunhas.

A punição máxima que a Fifa estabelece para um jogador é de 24 partidas de suspensão ou dois anos. Mas o máximo que foi aplicado na Copa do Mundo foi uma suspensão de oito jogos contra o italiano Mauro Tassotti por ter quebrado o nariz de Luis Enrique, da Espanha, em 1994.

O vice-presidente da Fifa, Jim Boyce e presidente do Comitê de Arbitragem, pediu também uma "punição exemplar" contra o uruguaio que atua pelo Liverpool- "Vi o incidente várias vezes pela televisão. Não existe duvida de que ele é um jogador fantástico. Mas, uma vez mais, suas ações o deixam exposto a críticas severas", disse.

"A Fifa precisa investigar o incidente de forma séria e tomar as medidas que sejam necessárias", completou. Essa é a terceira vez que Suarez morde um adversário. A última vez aconteceu em abril, na Inglaterra, e o jogador pegou dez jogos de suspensão. 

Nesta terça-feira, a vítima do atacante uruguaio foi Chellini, da Itália. Durante um lance na área, Suárez se aproximou por trás e mordeu o ombro do zagueiro adversário. Na sequência, tomou uma ombrada e caiu no chão, reclamando de falta. 

Copa 2014