1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Balotelli desabafa e diz não ser culpado por eliminação da Itália

AE - Agência Estado

25 Junho 2014 | 12h 10

Em sua página pessoal nas redes sociais, atacante se declara com 'consciência tranquilia' e pronto para reviravolta na seleção 

Como já virou costume, o atacante Mario Balotelli utilizou-se das redes sociais para desabafar, após a eliminação precoce da Itália na Copa do Mundo. Considerado um dos grandes vilões da decepcionante campanha do país, por de fato apresentar um futebol abaixo do esperado, o jogador do Milan se explicou e garantiu não ser o culpado pela queda ainda na primeira fase do torneio.

"Desta vez a culpa não é só minha porque Mario Balotelli deu tudo pela seleção e não falhou em nada (em relação ao caráter). Portanto, busquem outra desculpa, porque Mario Balotelli tem a consciência tranquila e está preparado para seguir adiante mais forte que antes, com a cabeça alta e orgulhoso de ter dado tudo pelo seu país", escreveu em seu Instagram.

O desabafo foi em resposta a um torcedor que postou um vídeo dizendo: "Mario, sabe qual é questão? Que você não é verdadeiramente italiano. Retire-se". A provocação gerou revolta de Balotelli, que disse não ter escolhido nascer italiano, mas ter muito orgulho de defender a seleção.

"Sou Mario Balotelli, tenho 23 anos e não escolhi ser italiano. Eu não tive opção, porque simplesmente nasci na Itália e sempre vivi na Itália. Eu queria muito este Mundial e estou muito triste e desapontado comigo mesmo. Talvez esteja certo em me criticar pelo gol perdido contra a Costa Rica, mas e depois? Qual o problema? O que você tem a dizer?", retrucou.

Considerado a grande esperança da Itália na Copa, Balotelli teve um bom início, assim como sua seleção, e marcou na vitória por 2 a 1 sobre a Inglaterra na estreia. No entanto, perdeu chance clara diante da Costa Rica, na derrota por 1 a 0. Depois, esteve novamente apagado e saiu no intervalo da derrota por 1 a 0 para o Uruguai que selou a eliminação italiana.