Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Chance de classificação antecipada empolga os Estados Unidos

Futebol

esportes

Copa 2014

Chance de classificação antecipada empolga os Estados Unidos

Equipe norte-americana precisa vencer partida contra Portugal para garantir vaga antecipada para as oitavas de final da Copa

0

Mateus Silva Alves,
Agência Estado

21 Junho 2014 | 19h20

O empate por 2 a 2 entre Alemanha e Gana, em Fortaleza, serviu para aumentar o nível de motivação dos Estados Unidos para a partida contra Portugal - que já estava bem alto, diga-se de passagem. Por causa desse resultado, a seleção norte-americana vai garantir a sua classificação para a segunda fase da Copa do Mundo se derrotar o time português neste domingo, na Arena Amazônia. E os EUA não desejam desperdiçar essa oportunidade.

"Sem nenhuma dúvida, esse empate entre Alemanha e Gana abriu uma grande possibilidade para nós e vamos com tudo para aproveitá-la", disse Jürgen Klinsmann, treinador dos Estados Unidos. "Além disso, o resultado coloca em perspectiva o grande trabalho que fizemos contra Gana (na vitória norte-americana por 2 a 1). Sabíamos que seria um grupo muito difícil para as quatro equipes."

Na entrevista coletiva que concedeu na tarde deste sábado na Arena Amazônia, Klinsmann repetiu algumas vezes que seu time está ansioso para enfrentar os portugueses. Ele continua acreditando que a equipe de Cristiano Ronaldo é uma grande potência, apesar de ter sido goleada por 4 a 0 pela Alemanha em sua estreia no Mundial.

"A derrota de Portugal na estreia não nos dá vantagem alguma", comentou o alemão. "Vimos que aquele jogo acabou tomando um caminho ruim para os portugueses, mas eles ainda têm um dos melhores times do mundo. Teremos de estar muito concentrados durante a partida."

O único desfalque dos Estados Unidos contra Portugal será o atacante Jozi Altidore, que sofreu uma lesão muscular na vitória sobre Gana. Johannsson e Wondolowski estão na disputa para substituí-lo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.