Coincidência dá tetra para Alemanha 24 anos depois do tri

Brasil e Itália, outros dois países com quatro títulos Mundiais, também tiveram um intervalo igual entre títulos na Copa do Mundo

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

13 Julho 2014 | 18h35

Já diz a velha máxima que estatística não ganha jogo, e esta Copa do Mundo cansou de dar exemplos. Mas, se não resolvem em campo, as estatísticas (e coincidências) servem ao menos para alimentar as discussões e criar tabus. Uma delas foi posta à prova na final deste domingo, no Maracanã: a do tetracampeonato conquistado 24 anos após o tri. E acabou confirmada com o apito final do juiz. 

A Alemanha chegou ao seu terceiro título da Copa do Mundo em 1990. e agora, 24 anos depois, bateu a Argentina no Maracanã para conquistar o tetra. O adversário deste domingo foi o mesmo da última conquista. E aqui reside outra coincidência: o Brasil conquistou o tri e o tetra em cima do mesmo adversário, com duas vitórias sobre a Itália.

Campeão do Mundo em 1958, 1962 e 1970, o Brasil precisou de 24 anos para levantar seu quarto título mundial, em 1994. Os mesmos 24 anos separaram a Itália do tricampeonato de 1982 ao tetra de 2006.

Outro fato em comum é que tanto Brasil quanto Itália foram tetracampeões em cobranças de penalidades máximas, nas únicas duas vezes em que o título foi decidido dessa forma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.