1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Colômbia e Costa do Marfim lutam por vaga antecipada no Grupo C

O Estado de S. Paulo

18 Junho 2014 | 21h 55

Vencedor da partida pode terminar rodada como classificado

Colômbia e Costa do Marfim chegaram desconfiadas à Copa. Os sul-americanos por causa do corte de seu principal jogador, o artilheiro Falcao Garcia, dias antes do início da competição. Os africanos, pelo estado físico de seu astro, Drogba, sem totais condições físicas de começar o jogo de estreia. Ambos superaram os problemas, venceram o primeiro jogo contra Grécia e Japão, respectivamente, e jogam para ficar perto, ou mesmo colocar a mão na vaga das oitavas, dependendo do resultado do segundo jogo, com uma rodada de antecedência. Ganhar no Mané Garrincha, às 13h, desta quinta-feira, em Brasília, será fazer história.

A Colômbia jamais ganhou dois jogos num mesmo Mundial. E só avançou uma vez às oitavas, como um dos melhores terceiros em 90. Os marfinenses tentam avançar aos mata-matas pela primeira vez.

Sem Falcao – acompanha a seleção das tribunas – a esperança colombiana recai nos pés do habilidoso meia James Rodríguez autor de um dos gols diante da Grécia. "A ausência do Falcao é muito grande, mas estou preparado para realizar mais uma grande apresentação", afirmou o meia, companheiro de Falcao no Monaco.

A Colômbia não contará com o atacante Bacca, com lesão muscular. A seleção será apoiada por cerca de 10 mil colombianos em Brasília. "Toda essa gente nos dá mais força, nos motiva e nos faz sentirmos em casa", festejou o técnico José Pekerman, que redobrará a atenção no lateral Aurier, responsável pelo cruzamento dos dois gols marfinenses diante do Japão. "Vai ser um jogo duro, só que temos de encaixar o nosso bom jogo e, apesar da dificuldade, buscar a vitória", disse Pekerman. 

CRAQUE VOLTA? 

A Costa do Marfim tem motivos de sobra para jogar confiante. Ganhar significa apagar a má impressão das outras duas Copas que o time disputou e caiu de cara. O otimismo pode crescer com a recuperação física de Drogba. "É preciso entender que a última vez que ele jogou 90 minutos foi há alguns meses", disse o técnico Sabri Lamouchi.

Evaristo SA/AFP
Ivory Coast's forward Didier Drogba kicks the ball during a training session at The Mane Garrincha National Stadium in Brasilia on June 18, 2014, ahead of their Group C match against Colombia, on June 19, in the 2014 FIFA World Cup. AFP PHOTO / Evaristo SA

 

Copa 2014