1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Colômbia faz mistério e pode alterar time contra Brasil

Luís Augusto Monaco - Enviado especial a Belo Horizonte - O Estado de S. Paulo

02 Julho 2014 | 19h 46

Treinador Pekerman pode promover mudanças no meio de campo

O mistério tomou conta da concentração colombiana na semana do jogo contra o Brasil. Treinos fechados, jogadores de pouco peso escolhidos para dar entrevistas coletivas e discursos cuidadosos. Tudo para não deixar escapar nenhuma pista do que o técnico José Pekerman pretende fazer, porque é bem possível que ele mexa na formação.

Contra o Uruguai, nas oitavas de final, a surpresa foi a presença do corpulento centroavante Jackson Martinez (1,86 m e 82 quilos) ao lado de Téo Gutierrez. A equipe tinha jogado no 4-2-3-1 nas duas primeiras partidas (na terceira, contra o Japão, Pekerman escalou muitos reservas porque a classificação estava garantida), com Ibarbo ao lado de James Rodríguez e Cuadrado na linha atrás de Téo Gutierrez, mas o treinador resolveu mudar para enfrentar os três zagueiros uruguaios. E Martinez também tinha a missão de colar em Godín nos escanteios a favor da Celeste.

Diante do Brasil a Colômbia deve voltar ao formato inicial, mas o meio-campo pode ter uma nova cara. Uma opção é a entrada de Guarín na vaga que nas duas primeiras rodadas foi de Ibarbo. O jogador da Inter de Milão atua pelo meio (Ibarbo joga aberto), ajuda na marcação e chuta bem. Outra opção é colocar Mejía, um homem mais defensivo que entrou no lugar de Téo Gutierrez na metade do segundo tempo da partida contra o Uruguai. Ele ajudaria Sanchez a proteger a entrada da área, reforçaria a cobertura aos laterais Zuñiga e Armero (que atacam muito e defendem mal) e daria mais liberdade para Aguilar - que tem boa qualidade técnica - ajudar na construção das jogadas.

Fabrizio Bensch/AFP
Uruguay's midfielder Gaston Ramirez (L) shadows Colombia's midfielder Fredy Guarin during the Round of 16 football match between Colombia and Uruguay at The Maracana Stadium in Rio de Janeiro on June 28, 2014,during the 2014 FIFA World Cup. AFP PHOTO / FABRIZIO BENSCH/POOL

O atacante que deve sair para o retorno ao esquema do início da Copa é outro mistério. O titular é Téo Gutierrez, que tem agradado pela movimentação que abre espaço para as penetrações de James Rodríguez e Cuadrado. Mas se Pekerman quiser um centroavante mais presente na área escolherá Jackson Martinez - autor de dois gols na vitória por 4 a 1 sobre o Japão.

Qualquer que seja a formação escolhida, o desafio da Colômbia será manter contra os donos da casa a cabeça fria que teve diante do Uruguai. Se conseguir, será um osso duro de roer para os comandados de Felipão. Se voltar aos velhos tempos e se desconcentrar na hora da decisão, sua linda história no Mundial chegará ao fim.

Copa 2014