1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Cristina Kirchner avisa que não estará na final da Copa do Mundo

O Estado de S. Paulo

10 Julho 2014 | 23h 51

Presidente da Argentina justificou ausência com um motivo de saúde

Mesmo com a Argentina na decisão da Copa do Mundo e com a possibilidade de conquistar seu terceiro título Mundial, a presidente do país, Cristina Kirchner anunciou por meio de seu Facebook que não poderá estar presente no Maracanã para dar força para sua seleção. Em uma breve carta, Kirchner agradeceu o convite de Dilma Rousseff, presidente do Brasil, mas alegou uma faringolaringite como justificativa para sua ausência.

Kirchner era uma das chefes de estado cuja presença era dada como certa na final entre Argentina e Alemanha. Dilma Rousseff e Angela Merkel, chanceler alemã, estarão nos camarotes do estádio carioca acompanhando a partida.

Confira na íntegra a mensagem de Kirchner:

Querida companheira Dilma,

Agradeço muito especialmente o convite que me visseste para acompanhar, junto de outros chefes de estado, no próximo domingo 13 de julho para assistir a final da Copa do Mundo Fifa 2014 entre Argentina e Alemanha no Estádio do Maracanã no Rio de Janeiro.

Estou a mais de uma semana com uma faringolaringite aguda e severa que me impossibilitou de forma normal as tarefas de governo e hoje estou saindo da convalescença da mesma.

No sábado, 12 de julho, receberei em visita oficial a Buenos Aires, em uma intensa jornada de trabalho, o presidente da Rússia o senhor Vladimir Putin. Na terça-feira, 15, devo viajar para Brasília para participar no dia seguinte da reunião BRICS-UNASUR.

No dia 14 de julho, meu neto, Néstor Iván, que vive em Rio Gallegos, completa um ano. Imaginas, como avó que também és, o desejo de compartilhar com a minha família este momento.

Sergio Dutti/Estadão
Kirchner justificou motivos de saúde para não estar na decisão do Mundial

Copa 2014