1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

França passa em branco contra Equador, mas fica em 1º no Grupo E

Márcio Dolzan - O Estado de S. Paulo

25 Junho 2014 | 19h 00

Equipe francesa fica com um jogador a mais durante parte do segundo tempo, mas o placar inicial é mantido e Equador eliminado

Franceses e equatorianos compareceram em peso ao Maracanã, ontem, e fizeram uma festa bonita nas arquibancadas. A Marselhesa foi cantada a plenos pulmões pelos torcedores da seleção europeia em vários momentos, enquanto os animados sul-americanos gritaram de tudo durante o jogo. Mas faltaram os gols em campo, o que tirou da França a condição de melhor equipe da primeira fase – e a Copa do Mundo do Equador.

O placar em branco, contudo, foi obra do acaso. Não faltaram chutes a gol – 31 na partida – e também não faltaram defesas difíceis. Lloris salvou a França duas vezes, primeiro em uma cabeçada à queima-roupa de Enner Valencia, aos 43, e depois em chute cruzado de Ibarra, já ao final da partida. Do outro lado, Domínguez evitou gols de Benzema, Giroud e Pogba, e acabou eleito o melhor em campo.

Mas, além das boas chances de gol, a partida teve marcação cerrada e disputas ríspidas. Mamadou Sakho não deu espaço para o artilheiro Enner Valencia, mesmo que isso representasse o uso dos braços no limiar entre o jogo de corpo e a jogada faltosa.

No primeiro tempo, o atacante equatoriano não teve vida fácil também pela falta de companhia na frente. Arroyo era figura apagada pelo lado esquerdo e Antonio Valencia não conseguia completar nem uma jogada pelo outro lado.

Já a França procurou atacar pelos lados, rodou bastante o jogo e dificultou a marcação equatoriana, que precisou se contentar com os contra-ataques. E isso porque a equipe europeia foi para o jogo sem vários de seus titulares. Além de Cabaye, suspenso, o técnico Didier Deschamps decidiu poupar o zagueiro Varane, o lateral esquerdo Evra e o atacante Giroud.

Equador empata com a França e está fora da Copa
Natacha Pisarenko/AP

Com o Grupo E embolado, o Equador precisava da vitória no Maracanã para se classificar e ainda fazer contas com a Suíça pelo saldo de gols, mas acabou ficando no 0 a 0 com a França.

Mesmo assim, a França jogou mais. E um dos motivos foram as boas atuações de Digne e Griezmann, que participaram de algumas das principais jogadas do time. Pesou também para o maior volume de jogo francês a expulsão de Antonio Valencia no início do segundo tempo – ele atingiu Digne com a sola da chuteira aos dois minutos.

O Equador só decidiu ir de fato ao ataque nos dez minutos finais. Já era tarde. A vaga às oitavas estava ainda mais distante, já que, no outro jogo da chave, a Suíça vencia por 3 a 0. O Equador se tornou o único sul-americano a cair na primeira fase.

FICHA TÉCNICA

EQUADOR 0 x 0 FRANÇA

EQUADOR - Domínguez; Paredes, Guagua, Erazo e Walter Ayovi; Minda, Noboa (Caicedo), Antonio Valência e Montero (Ibarra); Arroyo (Achilier) e Enner Valencia. Técnico: Reinaldo Rueda.

FRANÇA - Lloris; Sagna, Koscielny, Sakho (Varane) e Digne; Schneiderlin, Pogba, Matuidi (Giroud), Sissoko e Griezmann (Rémy); Benzema. Técnico: Didier Deschamps.

CARTÃO AMARELO - Erazo (Equador).

CARTÃO VERMELHO - Antonio Valencia (Equador).

ÁRBITRO - Noumandiez Doue (Fifa/Costa do Marfim).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 73.749 pessoas.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Copa 2014