Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » 'Hazard não ganha nada sozinho', diz técnico da Bélgica, Marc Wilmots

Futebol

esportes

Copa 2014

'Hazard não ganha nada sozinho', diz técnico da Bélgica, Marc Wilmots

Meia do Chelsea é a principal estrela da badalada geração belga, mas consta com elenco de qualidade para ir longe nesta Copa

0

Vítor Marques - Enviado especial a Belo Horizonte,
O Estado de S. Paulo

16 Junho 2014 | 12h49

Eden Hazard é o principal jogador desta "geração de ouro" da Bélgica. Aos 23 anos, o meia do Chelsea é a esperança da seleção comandada pelo técnico Marc Wilmots para a disputa da Copa do Mundo no Brasil, a primeira depois de 12 anos de ausência.

Wilmots, no entanto, foi bem claro ao falar que o time montado por ele privilegia o coletivo e não apenas o talento individual. E fez um alerta. "Não é uma Copa para o Hazard, é para uma seleção. Sozinho ele não consegue ganhar nada, todos vão suar para todos, a partir daí aparece a qualidade dele e de outros jogadores."

A Bélgica estreia nesta terça-feira e enfrenta a Argélia, às 13 horas, no Mineirão, em jogo válido pelo Grupo H. A seleção belga é apontada como uma provável surpresa da Copa do Mundo. Wilmots parece que não gosta desses rótulos, de favorito ou de azarão.

Ele até trocou o termo "geração de ouro" usado por um jornalista durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira. "Fala-se de geração de ouro, mas estamos aqui porque nos classificamos, temos uma geração com fome de ganhar."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.