1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Mats Hummels tem tendinite no joelho, mas deve jogar final

AE - Agência Estado

09 Julho 2014 | 16h 57

Zagueiro passa por tratamento e não corre risco de ficar fora do último jogo da Copa do Mundo, no Maracanã

O defensor da seleção alemã, Mats Hummels, passa por tratamento em seu joelho, que sofre de tendinite, após a vitória na semifinal por 7 a 1 contra o Brasil, no maior vexame da história do futebol brasileiro. Segundo o diretor da delegação alemã, o ex-jogador Oliver Bierhoff, o zagueiro não corre risco de ficar de fora da final da Copa do Mundo, no domingo, no Maracanã. "Todos estão bem, exceto Mats Hummels, que está recebendo tratamento", declarou Bierhoff para uma TV alemã, após revelar que os jogadores ganharam o dia de folga no Campo Bahia, em Santa Cruz Cabrália. "É uma medida de precaução. Nós acreditamos que ele estará bem para jogar a final."

Hummels pediu para sair no intervalo da semifinal contra o Brasil na terça-feira por causa da dor provocada pela lesão no joelho. O mesmo joelho machucado na estreia da seleção alemã, quando o time de Joachim Löw goleou Portugal por 4 a 0 e ele marcou de cabeça um de seus dois gols na Copa. O outro foi nas quartas de final, contra a França, na vitória por 1 a 0 no Maracanã.

De acordo com o porta-voz da equipe alemã, Jens Grittner, Hummels sofre de uma tendinite no joelho. "Vamos acompanhar o que acontece e analisar um dia de cada vez", disse Grittner. O zagueiro disse aos repórteres alemães em Belo Horizonte que sentia dores no aquecimento e estas dores ficaram piores durante o primeiro tempo do jogo no Mineirão. Ele foi visto andando na praia perto da concentração alemã na Bahia, nesta quarta-feira, sorrindo para os companheiros, mas mancando um pouco.

"Tive problemas por alguns dias. Mas pela primeira vez a dor não foi embora depois do aquecimento. No jogo foi ficando pior", revelou Hummels, que disse ter pedido para sair no intervalo, quando a Alemanha já ganhava por 5 a 0. "Tomei esta decisão porque achei que seria melhor sair para que não quebrasse alguma coisa. Vamos ter de saber o que é isso exatamente. Não é alguma coisa irrelevante, mas, felizmente, não acredito que isso possa por em risco domingo", ressaltou Hummels. "Espero que possamos tratar bem disso até domingo. Seria algo realmente muito estúpido perder a final."

Alemanha goleia Brasil e está na final
Frank Augstein/AP

Jogando no Mineirão, o Brasil viu o sonho do hexa em casa ser esmagado pela Alemanha, ao ser goleado por 7 a 1.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo