1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Médicos da Fifa querem punição severa para o colombiano Zúñiga

Jamil Chade - O Estado de S. Paulo

05 Julho 2014 | 19h 36

Lateral atingiu Neymar com uma joelhada, que causou a fratura de uma vértebra do atacante brasileiro, no jogo das quartas de final

O Departamento Médico da Fifa defende uma punição severa contra o colombiano Camilo Zuñiga, que atingiu Neymar com uma joelhada nas costas e tirou o jogador do torneio. Neste domingo, a entidade deve anunciar o resultado da investigação sobre o lance e pode suspender o jogador da Colômbia. A CBF espera uma punição equivalente a do uruguaio Luis Suárez.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou que a Copa do Mundo "perdeu uma estrela" com a saída de Neymar do torneio. Em uma mensagem em sua rede social, o cartola desejou uma recuperação rápida para o jogador. Mas não falou uma palavra sobre uma eventual punição. "A Copa do Mundo agora perdeu uma estrela", disse. "Recupere-se logo e volte aos campos", desejou o cartola.

Neste sábado, o Comitê de Disciplina da Fifa começou a avaliar imagens da jogada que atingiu Neymar e uma decisão deve ser anunciada neste domingo. A joelhada não foi vista pelo árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo e o jogo seguiu, sem mesmo uma falta.

Nilton Fukuda/Estadão
Zuñiga acerta Neymar com uma joelhada nas costas

Para Michel D'Hooghe, membro do Comitê Executivo da Fifa, a ausência de um cartão amarelo pode inclusive beneficiar uma punição mais severa. A lógica do cartola é de que, se um cartão fosse dado, o colombiano não voltaria a ter seu caso avaliado. Agora, o Comitê de Disciplina estaria livre para definir uma punição.

"Tenho 42 anos de Copas e nunca vi uma cena assim", disse D'Hooghe. "Os acidentes com vértebras são muito raros no futebol. Acho que vi poucos em minha carreira como médico no futebol", insistiu. "Foi a contusão mais dramática que eu vi. Não é apenas uma história do futebol. É um drama pessoal", declarou. "É muito triste ver um jovem jogador com tantos sonhos passar por isso. A imagem de Neymar na maca será a imagem da Copa", disse.

Enquanto isso, assessores legais próximos à CBF encaminharam à Fifa um pedido para conseguir uma punição equivalente ao que o jogador uruguaio Luis Suárez obteve depois de morder um adversário. A avaliação é de que se por uma mordida que sequer tirou o adversário do Mundial, um lance que coloca em risco outro atleta deveria ter, no mínimo, o mesmo nível de punição.

Copa 2014