1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Na expectativa de substituir Neymar, Bernard se diz pronto

Almir Leite - Enviado especial a Teresópolis - O Estado de S. Paulo

06 Julho 2014 | 13h 47

Neste domingo, Felipão começa a definir a equipe que enfrentará a Alemanha na semi e também não poderá contar com Thiago Silva

O atacante Bernard vive a expectativa de ser escolhido pelo técnico Luiz Felipe Scolari para substituir Neymar na partida contra a Alemanha, pela semifinal da Copa do Mundo. Ele foi um dos jogadores citados como alternativa, junto com Ramires e Willian, pelo treinador, que começa a definir a equipe na tarde deste domingo, na Granja Comary. E o jogador mais jovem do grupo se diz preparado, embora admita que o craque do time vai fazer muita falta.

"A gente não esperava que a oportunidade aparecesse dessa maneira. Mas temos de ter tranquilidade e maturidade para passar por cima disso. Claro que pela qualidade, pela pessoa e pelo futebol, o Neymar vai fazer falta. Mas quem entrar tem de procurar ajudar da melhor maneira possível", disse Bernard, no início desta tarde em Teresópolis.

Wilton Junior/Estadãp
Atacante acredita que Neymar será bem representado contra a Alemanha

Jogador criado no Atlético Mineiro, Bernard sabe o que é contar com o apoio da torcida mineira, especificamente a do Galo. E acredita que isso será um fator bastante importante contra os alemães. "No jogo com o Chile (pelas oitavas de final), pude ver um pouquinho do que eu vivi no Atlético durante a Libertadores (de 2013, que o time conquistou). A gente sabe que vai encontrar dificuldades, é natural dentro de um campeonato mundial", afirmou. "Mas tem de acreditar até o fim, mostrar que a gente tem qualidade de poder chegar e passar desse jogo da Alemanha."

O fato de estar em casa, para Bernard, não lhe dá vantagem na briga pela vaga. "Perdemos um grande jogador, mas todos que estão aqui é porque têm qualidade e podem entrar e dar conta do recado. Isso (de ter afinidade com parte da torcida mineira) não pesa na escolha. O Felipão tem de escolher o melhor para a seleção."

Copa 2014