1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

'Não temos nada a perder', diz técnico da Argélia sobre alemães

MATEUS SILVA ALVES - enviado especial a Porto Alegre - O Estado de S. Paulo

29 Junho 2014 | 19h 36

Missão do treinador Halilhodzic é mostrar a seus comandados que a Alemanha não é tão imponente quanto parece e criar esperança

Empolgada com a inédita classificação para o mata-mata da Copa do Mundo, a Argélia quer mais, ainda que a adversária nas oitavas de final, nesta segunda-feira, em Porto Alegre, seja a poderosa Alemanha. Mais do que preparar o sistema tático que sua equipe apresentará na partida, a preocupação número 1 do técnico Vahid Halilhodzic é convencer os jogadores argelinos de que o diabo alemão não é tão feio quanto pintam.

Para motivar seus comandados, até a praia mais famosa do Brasil foi usada pelo treinador. "No jogo contra a Rússia (último da primeira fase da Copa), tínhamos muito a perder. Agora não temos nada", disse Halilhodzic. "O que nós estamos fazendo aqui é maravilhoso e queremos continuar. Queremos ir para o Rio de Janeiro e ver Copacabana", falou ele, referindo-se ao fato de que o vencedor do jogo entre Alemanha e Argélia vai jogar no Rio nas quartas de final.

Mohamed Messara/EFE
Técnico da Argélia procura tranquilizar seus jogadores antes de duelo com a Alemanha

O treinador contou no início da noite deste domingo, na entrevista coletiva que concedeu no Beira-Rio, que reuniu seus jogadores e disse a eles que não há motivos para qualquer complexo de inferioridade na partida contra os alemães. Apesar de reconhecer que o adversário é favorito, ele acredita que a Argélia tem argumentos para encarar a Alemanha. "Vi todos os jogos da Alemanha e sei que eles têm finalizações rápidas e se movimentam também rapidamente. Mas eles têm altos e baixos e alguns times já tiraram proveito disso."

A formação que conseguiu o valioso empate com a Rússia deverá ser repetida no Beira-Rio. A Argélia aposta muito em sua organização defensiva e nos seus jogadores mais talentosos, os meias Feghouli e Brahimi e o atacante Slimani, autor do gol que colocou a equipe nas oitavas de final.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo