Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Neymar elogia 10 rival, mas mira 'fim do ciclo' de James Rodríguez

Futebol

esportes

Copa 2014

Neymar elogia 10 rival, mas mira 'fim do ciclo' de James Rodríguez

Craque quer que mundial do colombiano termine contra o Brasil

0

LEANDRO SILVEIRA,
Agência Estado

02 Julho 2014 | 14h25

O jogo da próxima sexta-feira entre as seleções do Brasil e da Colômbia, no Castelão, definirá um dos semifinalistas da Copa do Mundo, mas também colocará frente a frente dois dos destaques da competição. Afinal, o meia James Rodríguez, artilheiro do torneio com cinco gols, e o atacante Neymar, que já marcou quatro vezes, vão duelar. O brasileiro fez elogios ao colombiano, mas espera que o Mundial do adversário acabe daqui a dois dias.

"A Colômbia é uma grande equipe, venceu todas as partidas e tem um poderio muito forte. O James é um craque, apesar da pouca idade. Nós dois temos 22 anos. Vem demonstrando que é grande jogador, está de parabéns pela Copa que está fazendo. Espero que o ciclo dele acabe agora e a gente se classifique", disse, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, na Granja Comary, em Teresópolis.

Além de serem destaques da Copa, Neymar e James Rodríguez têm outras semelhanças. Afinal, ambos têm 22 anos, como foi lembrado pelo brasileiro, e utilizam a camisa de número 10 das suas seleções. Para Neymar, a juventude não atrapalha o seu desempenho em campo e nem o do adversário, pois não necessariamente a experiência está relacionada à idade. 

"Já sabia que o James era um grande jogador e vem mostrando seu talento na Copa do Mundo. O que tenho de fazer é jogar meu futebol. Futebol não tem idade. Experiência ajuda. Eu tenho 22 anos, passei por muitas coisas e aprendi muito. Isso ajuda. Acho que tem de chegar e jogar bola, colocar o futebol em prática", afirmou.

Neymar, porém, evitou encarar o confronto com a Colômbia como um duelo pessoal com James Rodríguez, destacando que o mais importante é a seleção brasileira vencer e avançar às semifinais da Copa. "Não sei quem vai melhor, mas espero que a seleção brilhe. Falei antes que não quero ser artilheiro, disse que buscava o título da Copa. Quero jogar mal e ver o Brasil ganhando por 1 a 0", comentou.

Para Neymar, a Colômbia possui um estilo de jogo parecido com o do Chile, eliminado pela seleção nas quartas de final da Copa. "São duas seleções muito parecidas, pela qualidade com a bola, de sair jogando, com jogadores rápidos no ataque. Será outra guerra, outro jogo que vamos entrar ligados para ir melhor e vencer", concluiu.