1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Para Fifa, croatas dificilmente inundaram vestiário no Itaquerão

JAMIL CHADE - O ESTADO DE S. PAULO - O Estado de S. Paulo

13 Junho 2014 | 19h 18

Entidade se pronunciou a respeito e informou ter ocorrido um problema na banheira do vestiário usado pela seleção croata

A Fifa abriu investigações sobre os incidentes no vestiário do estádio da abertura, mas concluiu que "dificilmente" o problema teria sido gerado por um comportamento não ético dos croatas. 

Segundo a Fifa apurou, o problema foi no manuseio das banheiras que existem nos vestiários. Uma delas é operada por meio de um aparelho eletrônico e que permite que encham de acordo com certas necessidades. A investigação apontou que a delegação da Croácia teria operado a máquina de forma equivocada, o que acabou gerando as inundações.

De acordo com o COL, não há sinais de que o ato tenha sido uma reação à derrota em campo ou por conta da atuação da arbitragem.  

Mais cedo, a administração da Arena Corinthians informou ter enviado para a Fifa fotos do vestiário ocupado pela seleção da Croácia na quarta-feira (11) e quinta-feira (12). Os croatas, segundo o Corinthians, teriam inundado o vestiário pois levaram ao Itaquerão uma piscina inflável para que os jogadores pudessem fazer imersão no gelo - a técnica é usada para evitar lesões e recuperar fisicamente os jogadores. O Corinthians não informou o volume de água nos vestiários. O clube informou, entretanto, não ter detectado depredações.

A Arena Corinthians, durante o jogo inaugural da Copa do Mundo, registrou pequenos problemas. Os camarotes, entretanto, sofreram com a falta de energia e alguns refletores, já durante a partida, também deixaram de funcionar. As filas nas lanchonetes também foram grandes.

Copa 2014