1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Para Robben, reserva Huntelaar era melhor opção para o pênalti

AE - Agência Estado

29 Junho 2014 | 17h 25

'Ele estava descansado, depositei toda minha confiança nele', disse

Um dos grandes astros da seleção holandesa e da Copa do Mundo, o meia-atacante Robben sofreu o pênalti nos acréscimos do jogo contra o México, neste domingo, em Fortaleza, mas não fez a cobrança. Quem bateu foi o atacante reserva Huntelaar, que tinha entrado em campo um pouco antes e acabou marcando o gol que definiu a vitória de virada por 2 a 1, classificando a Holanda para as quartas de final da Copa.

"Huntelaar é um grande cobrador de pênalti. Ele estava descansado, e depositei toda minha confiança nele. Perguntei se ele queria bater, e ele disse que com certeza", comentou Robben. Para o jogador, a vitória foi "inacreditável", por ser decidida, de virada, em apenas seis minutos - antes do pênalti, Sneijder tinha empatado o jogo aos 42 do segundo tempo.

Já Huntelaar não escondeu a felicidade por converter o pênalti. Reserva de Van Persie, ele conseguiu mostrar seu valor quando teve a oportunidade. "Não sabemos quando sua chance chega, mas a minha veio hoje, e estou feliz por tê-la agarrado com as duas mãos. Foi fantástico", comentou o atacante.

Holanda x México
Javier Soriano/AFP

A virada histórica com gols nos últimos minutos leva o time holandês às quartas. A equipe enfrentará a Costa Rica

Copa 2014