Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Polícia aumenta segurança em treino da seleção chilena em BH

Futebol

Esportes

Copa 2014

Polícia aumenta segurança em treino da seleção chilena em BH

Cerca de 30 policiais cercaram as entradas do CT do Cruzeiro

0

Vítor Marques - Enviado especial a Belo Horizonte,
O Estado de S. Paulo

25 Junho 2014 | 18h11

O treino do Chile na tarde desta quarta-feira foi marcado pela presença de um grande efetivo da tropa de choque da Polícia Militar, o batalhão Copa. Cerca de 30 policiais cercaram as duas entradas que a imprensa tem acesso ao CT do Cruzeiro, a Toca da Raposa II.

O número de torcedores chilenos, no entanto, era pequeno. Havia menos torcedores que policiais na porta do CT. A polícia informou que esse procedimento será padrão a partir de agora. No sábado, Brasil e Chile se enfrentam pelas oitavas de final no Mineirão.

São esperados pelo menos 10 mil chilenos no jogo deste sábado - número menor em relação aos três jogos da seleção na primeira fase (Austrália, Espanha e Holanda). O motivo é que muitos chilenos não haviam comprado ingresso para as oitavas de final.

Nos 15 minutos que a imprensa teve acesso ao CT, o treino se limitou a aquecimento dos jogadores. O técnico Jorge Sampaoli sequer foi no campo. O time que enfrenta o Brasil não está confirmado, mas a presença de Arturo Vidal é dada como certa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.