1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Resumo da Copa: Quartas de final definidas no Mundial

O Estado de S. Paulo

01 Julho 2014 | 22h 46

Argentina e Bélgica se classificam enquanto seleção brasileira tenta resolver problemas para decisão contra a Colômbia

Estão definidas as quartas de final da Copa do Mundo. Bélgica x EUA e Argentina x Suíça fecharam as oitavas do Mundial em dois jogos que foram bem além dos 90 minutos. Agora serão dois dias sem futebol antes de começar a decisão dos semifinalistas do torneio. A seleção brasileira se prepara para o duelo contra a Colômbia com preocupação especial sobre dois dos pilares do time: Neymar e Thiago Silva. Confira tudo que aconteceu na Copa:

Nos EUA, torcedores param para assistir ao jogo da seleção
Tannen Maury/EFE

Torcedores norte-americanos param de fazer tudo e se mobilizam para ir a estádios de futebol americano e na rua para assistir ao jogo entre EUA x Bélgica. Na cidade de Chicago os fanáticos pelo "soccer" se reuniram no estádio do Chicago Bears, de futebol americano, e ficaram pasmos com a derrota dos EUA para Bélgica

BÉLGICA x EUA

As duas seleções fizeram um jogo igual e com um final emocionante. A pontaria dentro de campo podia não ser das melhores, com ambos os times perdendo muitos gols. Entretanto a vontade dos jogadores transformou o morno 0 a 0 no tempo regulamentar em um 2 a 1 tenso nos 30 minutos de prorrogação.

Logo aos 2 minutos do período extra, o meio campista De Bruyne recebeu dentro da área, tirou a marcação e chutou no canto direito do goleiro Howard.  Doze minutos depois, Lulukalu ampliou para os belgas e parecia ter definido a classificação dos europeus para as quartas de final.

Entretanto, o segundo tempo da prorrogação começou com Julian Green aproveitando passe pelo alto de Bradley e mandando para o fundo das redes de Courtois. A partir daí, uma blitz americana tentou de tudo para empatar o jogo. Com grande atuação do goleiro da Bélgica e com a falta de pontaria do Estados Unidos voltando a aparecer, o resultado terminou com a classificação dos europeus. Agora o time comandado por Marc Wilmots terá a difícil tarefa de enfrentar a seleção argentina nas quartas de final do Mundial.

Na prorrogação, Bélgica bate os EUA
Ali Haider/EFE

Em mais um jogo emocionante pela oitavas de final da Copa do Mundo, a Bélgica bateu os EUA por 2 a 1 e se classificou para a próxima fase.

ARGENTINA x SUÍÇA

A cada jogo, a seleção argentina mostra como depende do futebol de Lionel Messi para conseguir fazer bons jogos. Contra a Suíça, o craque do Barcelona não esteve em uma de suas melhores apresentações, mas foi decisivo na prorrogação, dando o passe para Di María fazer o gol da classificação, quando o jogo já caminhava em direção as disputa de pênaltis. Já o resto do time se limitou a apresentar o burocrático futebol já mostrado na primeira fase do Mundial.

A sorte também sorriu para os argentinos, já que, assim como na partida do Brasil, uma bola na trave do adversário no último minuto poderia ter colocado tudo a perder. Dzemaili se lamentou, mas a classificação foi mesmo para os sul-americanos. Para variar, Messi foi eleito o melhor em campo.

Argentina x Suíça
Manu Fernandez/AP

Os argentinos quase tomaram o gol de empate em uma falta, mas seguiram com o 1 a 0 e a classificação

SELEÇÃO BRASILEIRA

O dia da comissão técnica da seleção brasileira foi de dar atenção especial a dois jogadores: Neymar e Thiago Silva. Enquanto o camisa 10 é tratado para estar 100% diante da Colômbia após a pancada que recebeu na perna no jogo contra o Chile, o zagueiro é capitão recebe ajuda psicológica para conseguir controlar suas emoções durante as partidas.

O defensor é o primeiro no divã da psicóloga Regina Brandão. Sua atitude de se afastar e não ver as cobranças de pênalti caiu mal diante dos torcedores. Mas não é o único que deverá ter tratamento psicológico. Felipão quer mais controle emocional.

Já Neymar trata a coxa esquerda à base de fisioterapia, exercícios musculares, pedaladas de bicicleta. A novidade é um aparelho de ondas magnéticas para acelerar recuperação. Chamado de Tens, ele utiliza a pequena máquina o tempo todo em uma corrida contra o tempo para estar em campo sem nenhuma dor nas quartas de final.

OUTRAS SELEÇÕES

A condição física dos jogadores também é uma preocupação para Van Gaal e a seleção holandesa. Com o confronto com a Costa Rica pela frente, o treinador anunciou que todos os treinos pesados para o grupo estão cancelados até o fim da participação no Mundial. O medo é que contusões aparecem em caso de trabalhos mais fortes. O receio aumentou depois da lesão de De Jong (que está fora da Copa) e recai especialmente sobre os dois principais astros da equipe: Van Persie e Robben, que já apresentam sintomas de cansaço muscular. 

Jogadores da Holanda visitam Morro Dona Marta
Fábio Motta/Estadão

Após conquistar a vaga para as quartas de final, a seleção holandesa ganhou um dia de folga nesta terça-feira.

Copa 2014