Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Resumo da Copa: vexame brasileiro no Mineirão

Futebol

esportes

Copa 2014

Resumo da Copa: vexame brasileiro no Mineirão

Time de Felipão marca história do futebol no País de forma negativa

0

O Estado de S. Paulo

09 Julho 2014 | 02h47

Um dia que todo torcedor brasileiro gostaria de esquecer, mas que será tão lembrado quanto 16 de julho de 1950, o Maracanazo. A seleção brasileira comandada por Luiz Felipe Scolari foi humilhada diante de uma Alemanha muito superior, tomou uma goleada história e  está eliminada da Copa do Mundo. O resultado também surpreendeu os alemães, que não esperavam tanta facilidade diante da seleção pentacampeã. Confira tudo que aconteceu no Mundial:

BRASIL x ALEMANHA

O maior vexame da história do futebol brasileiro. Assim pode ser definida a semifinal da Copa do Mundo entre Brasil e Alemanha. Faltou muito mais que apenas Neymar ou Thiago Silva para que o Brasil fizesse cócegas no time treinado por Joachim Löw. A seleção vê o sonho do hexa fugir com uma humilhação que está sendo considerada até mesmo maior que a derrota para o Uruguai em 1950.

O inexistente meio de campo montado por Felipão, com Oscar, Fernandinho e Luiz Gustavo, mostrou para os alemães que era ali que seria construída a vitória. Mesmo nos primeiros minutos, quando a vontade brasileira ainda compensava a superioridade técnica do rival, as bolas passavam direto da defesa para os atacantes.

O erro de Marcelo no meio de campo, já um vasto território dominado pelos alemães, foi a senha para o começo do massacre. Tendo que se recuperar e cedendo escanteio, o lateral viu Müller vencer David Luiz e abrir o marcador. Isto aos 10 minutos de partida.

Nos 12 minutos seguintes a vontade brasileira virou desespero. Os chutões da defesa eram a única forma de tentar superar o muro erguido pela Alemanha. Isto durou apenas até Kroos, o melhor da partida, , encontrar Klose livre. Julio César defendeu, mas no rebote, o próprio atacante marcou seu 16 gols em Copas. A seleção alemã superava a brasileira em mais um quesito, com Ronaldo ficando para trás como maior artilheiro dos Mundiais.

6 minutos e 40 segundos depois o placar passava a ser 5 a 0. Aos 24 e aos 25, Kroos e aos 26, Khedira. A torcida entendeu que ali se encerrava a Copa do Mundo para os brasileiros e muitos deixaram o estádio.

Felipão ainda mexeu no intervalo, colocando Paulinho e Ramirez nos lugares de Hulk e Fernandinho. Conseguiu criar um segundo tempo mais parelho: Foi apenas 2 a 1 para a Alemanha. Schürle, que entrou no lugar de Klose, fez o sexto e o sétimo gols. Oscar aos 45, fez o gol de honra.

Ainda há uma partida a ser feita, na disputa pelo terceiro lugar. Mas para o torcedor, resta começar a pensar em 2018 e que muita coisa mude até lá.

ARGENTINA x HOLANDA

Resta saber quem vai encarar a Alemanha na decisão da Copa do Mundo 2014. Argentina e Holanda fizeram nesta terça-feira seus últimos treinos, mas sem confirmar suas dúvidas.

No time de Alejandro Sabella, Enzo Pérez deve entrar no lugar do machucado Di María. O técnico deve apostar no jogador ao invés de Ricky Álvarez devido a sua postura defensiva mais defensiva.

Já na Holanda a preocupação é com Van Persie. Ele não treinou na atividade desta terça no estádio do Pacaembu devido a um problema estomacal. Ele deve encarar a Argentina na semi, mas está longe de estar 100%.