1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Resumo da Copa: vexame brasileiro no Mineirão

O Estado de S. Paulo

09 Julho 2014 | 02h 47

Time de Felipão marca história do futebol no País de forma negativa

Um dia que todo torcedor brasileiro gostaria de esquecer, mas que será tão lembrado quanto 16 de julho de 1950, o Maracanazo. A seleção brasileira comandada por Luiz Felipe Scolari foi humilhada diante de uma Alemanha muito superior, tomou uma goleada história e  está eliminada da Copa do Mundo. O resultado também surpreendeu os alemães, que não esperavam tanta facilidade diante da seleção pentacampeã. Confira tudo que aconteceu no Mundial:

Veja a trajetória do Brasil na Copa
Damir Sagolj/Reuters

O Brasil encerra a busca pelo hexa da Copa do Mundo de forma vergonhosa. Na semifinal, a equipe foi goleada por 7 a 1 pela Alemanha.

BRASIL x ALEMANHA

O maior vexame da história do futebol brasileiro. Assim pode ser definida a semifinal da Copa do Mundo entre Brasil e Alemanha. Faltou muito mais que apenas Neymar ou Thiago Silva para que o Brasil fizesse cócegas no time treinado por Joachim Löw. A seleção vê o sonho do hexa fugir com uma humilhação que está sendo considerada até mesmo maior que a derrota para o Uruguai em 1950.

O inexistente meio de campo montado por Felipão, com Oscar, Fernandinho e Luiz Gustavo, mostrou para os alemães que era ali que seria construída a vitória. Mesmo nos primeiros minutos, quando a vontade brasileira ainda compensava a superioridade técnica do rival, as bolas passavam direto da defesa para os atacantes.

O erro de Marcelo no meio de campo, já um vasto território dominado pelos alemães, foi a senha para o começo do massacre. Tendo que se recuperar e cedendo escanteio, o lateral viu Müller vencer David Luiz e abrir o marcador. Isto aos 10 minutos de partida.

Nos 12 minutos seguintes a vontade brasileira virou desespero. Os chutões da defesa eram a única forma de tentar superar o muro erguido pela Alemanha. Isto durou apenas até Kroos, o melhor da partida, , encontrar Klose livre. Julio César defendeu, mas no rebote, o próprio atacante marcou seu 16 gols em Copas. A seleção alemã superava a brasileira em mais um quesito, com Ronaldo ficando para trás como maior artilheiro dos Mundiais.

6 minutos e 40 segundos depois o placar passava a ser 5 a 0. Aos 24 e aos 25, Kroos e aos 26, Khedira. A torcida entendeu que ali se encerrava a Copa do Mundo para os brasileiros e muitos deixaram o estádio.

Felipão ainda mexeu no intervalo, colocando Paulinho e Ramirez nos lugares de Hulk e Fernandinho. Conseguiu criar um segundo tempo mais parelho: Foi apenas 2 a 1 para a Alemanha. Schürle, que entrou no lugar de Klose, fez o sexto e o sétimo gols. Oscar aos 45, fez o gol de honra.

Ainda há uma partida a ser feita, na disputa pelo terceiro lugar. Mas para o torcedor, resta começar a pensar em 2018 e que muita coisa mude até lá.

Alemanha goleia Brasil e está na final
Frank Augstein/AP

Jogando no Mineirão, o Brasil viu o sonho do hexa em casa ser esmagado pela Alemanha, ao ser goleado por 7 a 1.

ARGENTINA x HOLANDA

Resta saber quem vai encarar a Alemanha na decisão da Copa do Mundo 2014. Argentina e Holanda fizeram nesta terça-feira seus últimos treinos, mas sem confirmar suas dúvidas.

No time de Alejandro Sabella, Enzo Pérez deve entrar no lugar do machucado Di María. O técnico deve apostar no jogador ao invés de Ricky Álvarez devido a sua postura defensiva mais defensiva.

Já na Holanda a preocupação é com Van Persie. Ele não treinou na atividade desta terça no estádio do Pacaembu devido a um problema estomacal. Ele deve encarar a Argentina na semi, mas está longe de estar 100%.

Copa 2014