1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Schweinsteiger se diz preparado até para prorrogação na semi

Mateus Silva Alves - enviado especial a Santa Cruz Cabrália - O Estado de S. Paulo

06 Julho 2014 | 14h 07

Volante da seleção alemã teve muitos problemas físicos ao longo da última temporada, mas garante estar pronto para enfrentar o Brasil

Uma enorme preocupação da comissão técnica da seleção alemã antes do início da Copa do Mundo era com o estado físico de Bastian Schweinsteiger. Um dos melhores jogadores de meio de campo do planeta, o craque do Bayern de Munique teve muitos problemas físicos na última temporada e chegou ao Brasil sem estar em boa forma. No entanto, o volante garante que agora está bem.

Embora não deseje que a partida contra a seleção brasileira, válida pela semifinal da Copa, vá para a prorrogação, o atleta diz que tem condições de jogar mais do que 90 minutos se isso for necessário para definir a vaga na final.

"Eu me sinto em boa forma agora", contou o jogador em entrevista coletiva concedida no começo da tarde deste domingo em Santa Cruz Cabrália (BA), onde fica a concentração da Alemanha durante o Mundial. "Fisicamente eu me sinto capaz de jogar mais do que 90 minutos, embora eu espere que não exista essa necessidade."

Schweinsteiger tem sido tratado com muito cuidado desde que a seleção chegou ao Brasil, há quase um mês. Ele não participou da estreia na Alemanha na Copa, contra Portugal, e no segundo jogo, diante de Gana, entrou apenas no segundo tempo. A partida contra a França, na última sexta-feira, foi a única que o volante disputou do início ao fim.

Thomas Eisenhuth/EFE
Schweinsteiger diz estar pronto para jogar até mais de 90 minutos contra o Brasil

Além disso, Schweinsteiger é frequentemente poupado dos treinamentos que a equipe faz no Campo Bahia. No treino de sábado, por exemplo, enquanto os demais jogadores trabalhavam no gramado, o volante se exercitava em uma bicicleta ergométrica.

A recuperação física de Schweinsteiger e também de Khedira, outro volante que chegou à Copa em má forma, indica que Phillipp Lahm deverá ser escalado como lateral-direito nos últimos jogos da Alemanha no torneio. O capitão vinha cumprindo a função de volante e isso gerou muitas críticas na imprensa alemã a ele e ao técnico Joachim Löw.

"A escalação de Lahm no meio de campo ocorreu porque nem Schweinsteiger nem Khedira estavam prontos para jogar por 90 minutos. Tínhamos de dar tempo a eles, mas agora Lahm já pode voltar à lateral", explicou o auxiliar técnico Hansi Flick.

Copa 2014