1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Secretário local da Copa se exime de culpa por caos no Recife

Daniel Batista - O Estado de S. Paulo

27 Junho 2014 | 14h 23

Cidade que recebeu partida de Estados Unidos e Alemanha ficou alagada na última quarta-feira e causou transtorno a torcedores

O secretário-extraordinário da Copa em Pernambuco, Ricardo Leitão, foi bastante pressionado durante entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira por conta dos diversos problemas que ocorreram na cidade do Recife, em decorrência da forte chuva que castigou a cidade na quinta, quando Estados Unidos e Alemanha se enfrentaram na Arena Pernambuco. Mostrando estar incomodado, ele pediu para que as cobranças fossem feitas aos políticos.

"Não é a Secretaria da Copa que responde isso. A população precisa cobrar os políticos, não a Secretaria. Quem resolve as questões de drenagem são as prefeituras. Então, o cidadão avalia isso e vai, em outubro (nas eleições), estudar qual é a melhor proposta de governo em relação a drenar melhor uma área metropolitana que tem dois terços da população do estado", disse Leitão.

Patrik Stollarz/AFP
Forte chuva alagou a cidade em dia de Estados Unidos e Alemanha

Segundo ele, choveu em 12 horas no Recife o equivalente a 11 dias. Apesar disso, o transporte público e o gramado da Arena Pernambuco suportaram bem todo o desgaste. O prefeito de Recife é Geraldo Julio, do PSB, e o governador de Pernambuco é João Lyra Neto, também do PSB.

A Fifa teve diversos problemas com o governo do Recife durante a preparação para o Mundial. Tanto que a cidade é a única onde a Fan Fest não tem nenhum show em dias de jogos do Brasil, exatamente porque o governo se recusou a bancar os eventos.

Copa 2014