1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Técnico do Japão quer futebol ofensivo em jogo diante da Colômbia

Agência Estado

23 Junho 2014 | 19h 26

Para garantir uma vaga nas oitavas, a seleção japonesa precisa vencer e torcer para a Grécia, que enfrentará a Costa do Marfim

Depois de perder por 2 a 1 para a Costa do Marfim e de não conseguir sair do 0 a 0 contra a Grécia, mesmo jogando com um a mais desde o final do primeiro tempo da partida da última quinta-feira, o Japão precisa agora de uma vitória contra a Colômbia, líder do Grupo C da Copa do Mundo, para sonhar com uma classificação para as oitavas de final. Técnico da equipe asiática, o italiano Alberto Zaccheroni espera que seu time reencontre contra os favoritos colombianos o futebol ofensivo que o levou a se classificar para o torneio.

Além de vencer a Colômbia, o Japão terá que torcer para que a Costa do Marfim não ganhe da Grécia na terceira rodada do Grupo C, em duelos que serão realizados nesta terça, para manter as chances de classificação. Zaccheroni diz confiar no potencial de seus comandados. "Este time já deu muitas alegrias nos últimos quatro anos, então espero que possam mostrar um bom futebol contra a Colômbia.", afirmou.

Gerry Penny/EFE
Japão precisa vencer e torcer pela Grécia para garantir vaga

No entanto, o italiano não está satisfeito com as atuações da equipe até aqui. "O problema é provavelmente no aspecto mental. Nós não tivemos velocidade suficiente. É como se nossos jogadores estivesses jogando com o freio de mão puxado", afirmou.

A Colômbia lidera o Grupo C com seis pontos. Costa do Marfim tem três, enquanto que Grécia e Japão contam com apenas um. Já classificados às oitavas, fato que não ocorria desde 1990, os colombianos garantem que não irão facilitar a tarefa da equipe japonesa. "Nós queremos ser a revelação deste torneio e espero que consigamos", disse o meia James Rodriguez, camisa 10 dos sul-americanos, que marcou nas duas vitórias de sua equipe - contra Grécia e Costa do Marfim.

Copa 2014