1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Torcida da Holanda marcha e faz festa a caminho do Itaquerão

Mônica Reolom - O Estado de S. Paulo

23 Junho 2014 | 10h 52

Cerca de 400 turistas acampados em São Paulo percorreram quatro quilômetros à pé até estações de trem para irem ao estádio

Às 7 horas da manhã desta segunda cerca de 400 torcedores da Holanda, que estão acampados em clube na zona sul de São Paulo, já estavam prontos para a marcha de aproximadamente quatro quilômetros até a estação de trens que os levaria à Arena Corinthians para o jogo contra o Chile.

"Fazemos essa caminhada em todas as manhãs de jogo há anos, já se tornou uma tradição", disse um dos organizadores do acampamento, Daniel Frankenhuis.

O frio de 14 graus não fazia nem cócegas nos holandeses, que usavam bermudas e camisetas - alguns estavam até de sandália e mulheres exibiam as pernas brancas em vestidos de verão. A cor predominante, claro, era o laranja: nas roupas, sapatos, meias chapéus e pinturas no rosto.

Werther Santana/Estadão
No Itaquerão, segundo os organizadores, há uma área especial para a torcida da Holanda aguardar o jogo

A marcha saiu às 7h20 e contava com um carro de som e quatro carros laranja personalizados que vieram da Holanda. A animação era grande apesar do horário e da festa que os torcedores fizeram na noite anterior, regada a muito chope.

A Avenida Atlântica e a Avenida Interlagos chegaram a ficar bloqueadas no sentido da estação com a passeata. Um holandês de terno e gravata laranja puxava o canto da massa de cima do carro de som. As músicas incluíram Aquarela do Brasil, que eles já haviam entoado em Porto Alegre, e até uma versão em holandês da Ilariê, da Xuxa. Os carros que passavam por perto buzinavam apoiando a torcida e moradores das casas no trajeto abanavam das suas janelas.

Uma hora e 20 minutos depois, eles chegaram à estação e não pareciam cansados. "O pessoal está preparado para a caminhada, isso que temos entre nós gente de 6 a 87 anos", afirmou Frankenshuis.

"Estamos em boas condições, caminhamos bastante. Temos uma ótima disposição", ressaltou um dos torcedores ao passar pela catraca do metrô. Ele explicou que, junto com mais dois amigos, participa da marcha desde 1996: "é uma ritual", disse ele, que esteve na Copa da Alemanha em 2006. Para ele, o placar ficaria em 3 a 1 contra o Chile.

Copa 2014