Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Uruguai espera que punição de Luis Suárez seja revertida

Futebol

esportes

Copa 2014

Uruguai espera que punição de Luis Suárez seja revertida

Federação uruguaia vai recorrer da decisão da Fifa por julgar que a sanção imposta ao atacante é lamentável e 'totalmente desmedida'

0

Marcio Dolzan,
O Estado de S. Paulo

26 Junho 2014 | 22h29

O atacante Luís Suárez já deixou o País, mas os dirigentes da seleção uruguaia ainda têm esperança de que a punição imposta pela Fifa nesta quinta-feira ao jogador, de nove partidas e quatro meses longe dos gramados, possa ser revertida. A afirmação é do advogado Ernesto Dehl, presidente do clube uruguaio Cerro Largo e integrante da delegação que está no Brasil.

"No mundo do direito sempre há esperança", disse Dehl na noite desta quinta-feira, logo após a seleção chegar ao hotel no Rio onde ficará concentrada até o jogo de sábado, contra a Colômbia, pelas quartas de final.

Dehl garantiu que a federação uruguaia seguirá tentando reverter a sanção imposta pela Fifa. "Lamentavelmente saiu essa punição, que não era esperada e, acreditamos, é totalmente desmedida",  disse. "Vamos conversar com o presidente (Wilmar Valdez, da Federação uruguaia), com o doutor (Alejandro) Balbi e o doutor (Jorge) Barrera", completou.

Sobre Suárez, que teve sua credencial para a Copa do Mundo cassada pela Fifa, Dehl afirmou que  o atacante está muito triste. "Ele não poderá trabalhar por quatro meses", lembrou. "Saiu com lágrimas nos olhos."

A delegação uruguaia chegou ao hotel  às 20h25. Os jogadores entraram rapidamente, enquanto que do lado de fora pelo menos 20 torcedores faziam festa para o time e gritavam palavras de apoio a Luiz Suárez. Uma faixa com os dizeres "Luisito: Uruguai te apoia" foi estendida entre duas árvores no canteiro que separa a avenida à frente do hotel.