1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Willian minimiza pancada e se coloca à disposição de Felipão

Almir Leite - Enviado especial - O Estado de S. Paulo

06 Julho 2014 | 14h 07

Meia é um dos jogadores cotados para substituir Neymar

O meia Willian perdeu o pênalti que cobrou na decisão do Brasil contra o Chile nas oitavas de final da Copa do Mundo. Mas garante que, se tiver outra disputa por penalidades na partida de terça-feira contra a Alemanha, pela semifinal, vai estar pronto para bater. "Vou ser um dos primeiros a levantar o dedo. Quero bater e estou ainda mais confiante", disse neste domingo, em entrevista na Granja Comary. "Ninguém gosta de perder pênalti. Estava confiante para cobrar, mas errei e logo em seguida ganhei o apoio da comissão técnica. Hoje estou tranquilo."

Um dos jogadores cotados para substituir Neymar, Willian levou uma pancada numa disputa de bola com Hernanes no treinamento de sábado e deixou o campo sentindo bastante. Mas garante que isso não será problema se Felipão precisar dele. "Estou bem fisicamente. Tomei uma pancada, incomoda um pouco, mas nada que me atrapalhe para treinar. Estou à disposição de Felipão."

Willian também foi questionado sobre a má fase do centroavante Fred, de quem mais se esperava os gols que ajudariam a seleção brasileira - o atacante do Fluminense só marcou uma vez até agora. E saiu em defesa do companheiro. "Os jogos estão sendo difíceis, a seleção vem crescendo a cada jogo. A gente vem procurando olhar ao máximo o Fred ali na frente, sabemos que atacante vive de gol. Mas o Fred está tranquilo e quem sabe contra a Alemanha faça o gol", torce Willian, que acrescentou. "Mas ele quer ser campeão do mundo, não importa quem faça os gols."

Wilton Junior/Estadão
"Estou bem. Tomei uma pancada, incomoda um pouco, mas nada que me atrapalhe para treinar", disse Willian

Copa 2014