Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Corinthians adia pagamento da dívida por Kazim para semana que vem

Na véspera, diretor de futebol disse que débito seria quitado nesta sexta-feira

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2017 | 19h27

Processado pelo atraso de pagamento na compra de alguns jogadores, o Corinthians ainda acerta detalhes para quitar a dívida – de cerca de R$ 1,2 milhão - com o Coritiba pelo atacante Kazim. Segundo o diretor financeiro do clube, Emerson Piovezan, o acordo ainda não foi fechado e o caso deve ter um desfecho na próxima semana.

A forma de pagamento – integral ou parcelado – é uma das questões a serem resolvidas pelo Corinthians nos próximos dias. Durante a apresentação de Clayson, na quinta-feira, o diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, disse que as pendências financeiras com outros clubes seriam quitadas a partir desta sexta, incluindo o débito pelo jogador turco.

"Parte dessas dívidas começam a ser pagas amanhã (sexta), como a do Kazin. Uma série de outras que incomodam quando você não está em dia também serão colocadas, resolvendo os problemas não totalmente, mas parcialmente. Sei que o (departamento) financeiro, com o Emerson Piovezan, está resolvendo esses problemas", disse.

O Coritiba continua no aguardo e vê a situação como indefinida até o momento. "Está em aberto. Para nós, eles não avisaram que iam pagar hoje (sexta) nem que iam pagar semana que vem. Estamos aguardando. Não recebemos nenhuma notificação", afirmou o presidente Rogério Portugal Bacellar.

Além do caso envolvendo o Coritiba, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu que o Corinthians teria de pagar as pendências com Penapolense e SEV Hortolândia pelas contratações de Marlone e Vilson, respectivamente.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.